Startup cria pequenas casas com impressora 3D que resistem a qualquer capricho da natureza

Não seria maravilhoso se a tecnologia fosse capaz de criar moradias baratas, resistentes e fáceis de ser construídas? Na verdade, já existem propostas nesse sentido, que utilizam impressoras 3D para “imprimir” casas. Simples assim – mas a ideia da startup ucraniana PassivDom vai mais longe.

A empresa foi capaz de criar uma casa completamente autônoma usando uma impressora 3D. Isso significa que os ambientes estão preparados para enfrentar diversas temperaturas, inclusive o frio extremo, sem precisar de nenhum combustível. A construção é feita utilizando fibra de carbono, fibra de vidro, poliuretano e resinas. Segundo o PSFK, todos os materiais são seguros e recicláveis.

modul3

As moradias utilizam energia solar para oferecer eletricidade, aquecimento e resfriamento, garantindo seu funcionamento sem nenhuma emissão de carbono. Toda a tecnologia da casa pode ser controlada utilizando apenas um smartphone. Os criadores garantem ainda que a casa é capaz de resistir a furacões e terremotos, o que pode ser essencial em zonas de risco.

modul8

Mesmo com todos esses benefícios, a casa pode ser erguida em apenas um dia. A empresa oferece diversos modelos com opcionais incluídos. A residência autônoma completa e mobiliada apelidada de modulOne, por exemplo, sai por apenas € 59.900. Nada mal, não acham?

Espia mais desse projeto no vídeo abaixo:

modul2

modul9

modul7

modul5

modul4

Todas as fotos: Reprodução,fonte: via

Artista transforma pinturas clássicas inserindo personagens do mundo nerd

É uma realidade: a arte clássica não é para todos, apesar de não negarmos sua importância ou beleza.As pinturas abaixo podem ser mais fáceis de gostar, no entanto. Elas foram transformadas por um artista digital que atende pelo nome de Lothlenan.Lothlenan resolveu fazer um remake de algumas das peças mais intemporais das belas artes, utilizando personagens do mundo geek.

Até agora, ele criou sete obras, inspiradas em séries como Sailor Moon, Adventure Time e The Legend of Zelda, compartilhadas na plataforma Tumblr.É bastante interessante ver como pinturas centenárias assumem uma impressão tão moderna quando combinadas com elementos de anime.

Compre

Se você é um nerd de carteirinha, gostou do trabalho de Lothlenon e queria um Totoro-à-la-Monet impressionista em sua parede, saiba que ele opera uma loja online no Redbubble onde vende exemplares de suas obras.

“Mulher com Guarda-Sol”, por Claude Monet

“The Accolade”, por Edmund Leighton

“O Grito”, por Edvard Munch

“O Balanço”, por Jean-Honore Fragonard

“Retrato de Louis XIV”, por Hyacinthe Rigaud

“Auto-retrato com sua filha”, por Madame Le Brun

“Lovers On A Swing”, por Pierre Auguste

 fonte: via
 

Série de fotos vintage documenta os shorts que ditaram a moda masculina nos anos 70

Os anos 1970 foram um período confuso e turbulento em toda o planeta. Com o fim do sonho de um novo mundo da década anterior, e a falência de diversos projetos ideológicos em ambos os lados do alto muro da guerra fria que nos dividia, uma coisa parecia ao menos unir homens e mulheres, ao menos no ocidente: o short. Fosse  o gênero, orientação sexual, política ou lugar de origem, todo mundo usou um shortinho naquela década.

Short26

A questão que permanece é: que as mulheres vestiram seus shorts com elegância e charme, isso ninguém contesta, mas e os homens? Fizeram bem em abandona-los e cobrir suas pernas com bermudas largas, ou os anos 1970 e seus shorts curtos foram um auge na maneira de se vestir masculina?

Short27

Short24

Short23

Tal resposta talvez seja necessariamente individual e enigmática, mas a verdade é que basta olhar pra tais fotos, para se ter certeza de que todos pareciam bastante felizes com suas pernas de fora.

Short22

Short21

Short20

LOS ANGELES - DECEMBER 28: A woman and two men taking a break from roller skating on December 28, 1979 in Venice Beach, CA. (Photo by Waring Abbott/Getty Images)

Short18

Short17

Short16

Short15

Short14

Short13

Short12

Short11

Short10

Short9

Short8

Short7

Short6

Short5

Short4

Short3

Short2

Short1

 Todas as fotos © Vintage Everyday fonte: via

Veja o que rolou na primeira Bienal de Arquitetura de Bambu

Em setembro do ano passado, a vila de Baoxi, localizada na província chinesa de Zhejiang, recebeu a primeira Bienal Internacional de Arquitetura de Bambu. O evento celebrava a importância do bambu como material de construção sustentável e reuniu 12 arquitetos de diversas partes do mundo. No local, eles projetaram 18 estruturas incríveis utilizando o material.

A pequena vila de Baoxi fica a 12 horas de distância de Xangai e recebeu a bienal de braços abertos. As estruturas projetadas durante o evento permaneceram na comunidade após o final de exposição. Elas passaram a ser utilizadas pelos moradores locais e deram um novo visual à aldeia.

Com_Baoxi_BambooComune_20160930

O fotógrafo Julien Lanoo capturou algumas imagens das estruturas. Elas servem como um lembrete de que é possível preservar formas e materiais tradicionais de construção. O local tem até mesmo recebido alguns viajantes curiosos para ver mais sobre a arquitetura criada por lá.

E as fotos de Julien mostram que a experiência foi realmente fantástica.

Com_Baoxi_BambooComune_20160930

Com_Baoxi_BambooComune_20160930

Com_Baoxi_BambooComune_20160930

Com_Baoxi_BambooComune_20160930

Com_Baoxi_BambooComune_20160930

Com_Baoxi_BambooComune_20160930

Com_Baoxi_BambooComune_20160930

Com_Baoxi_BambooComune_20160930

Com_Baoxi_BambooComune_20160930

Com_Baoxi_BambooComune_20160930

Com_Baoxi_BambooComune_20160930

Com_Baoxi_BambooComune_20160930

Com_Baoxi_BambooComune_20160930

Com_Baoxi_BambooComune_20160930

Todas as fotos © Julien Lanoo fonte: via