Projeto destaca as mulheres fotógrafas que estão documentando nosso mundo

Apenas 15% das fotos que concorreram aos prêmios World Press Photo foram feitas por mulheres nos últimos cinco anos. Os dados são do New York Times e escancaram o abismo de desigualdade de gênero que ainda vivem as mulheres que escolhem a fotografia como profissão. Uma delas, porém, decidiu fazer mais para avançar nesse sentido, criando um banco de dados de mulheres fotógrafas em diversas regiões do mundo.

O Women Photograph foi criado pela fotógrafa documental Daniella Zalcman para promover o trabalho de 400 fotojornalistas de 67 países – mulheres, transgêneros e sem conformidade de gênero estão incluídas na iniciativa. A ideia é que o site sirva como uma ponte entre as profissionais e pessoas que precisem contratá-las.

Se a princípio isso não irá resolver o problema da desigualdade de gênero no ambiente profissional sozinho, ao menos o projeto evitará que uma publicação possa justificar a ausência de fotojornalistas mulheres para realizar a cobertura de uma notícia. No diretório, há mulheres de países como Arábia Saudita, Estados Unidos, Suécia, Quênia, México, entre outros. Há também algumas fotógrafas que atuam no Brasil.

O trabalho de algumas destas mulheres pode ser conferido abaixo, enquanto suas informações completas, incluindo site, localização e contatos podem ser encontradas no Women Photograph.

CA2.TIF

Foto © Laura Pannack

Cholera in Haiti

Foto © Meridith Kohut

foto3

Foto © Maria Arréllaga

Foto © Yagazie Emezi

Foto © Rebecca Conway

foto6

Foto © Lujan Agusti;fonte: via

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s