Os vencedores deste concurso de fotografia de vida selvagem vão te fazer querer correr para natureza

Uma fotógrafa amadora de vida selvagem, a britânica Michelle Howell, levou para casa o prêmio principal no concurso intitulado ‘Great e Small World of Nature e Wildlife Photographers ‘Creatures’.

A foto vencedora flagrou a tentativa de camuflagem de um exótico sapo argentino e, todas as outras 530 imagens que participaram da competição foram feitas em momentos tão perfeitos que parecem ter sido ensaiados.

Confira algumas das fotos participantes do concurso:

01

02

03

04

05

06

07

/fonte:via

Anúncios

Ele viajou 25 mil Km para retratar os povos indígenas da Sibéria

Alexander Khimushin já visitou 84 países e durante sua jornada – que começou há nove anos – percebeu que as pessoas são a parte mais incrível de todos os lugares onde já esteve.

Com o projeto ‘The World In Faces’ Alexander homenageia através de retratos a beleza de pessoas comuns, especialmente daqueles lugares remotos, onde cultura e tradições ainda estão vivas.

Nos últimos seis meses, ele fotografou povos indígenas da Sibéria e o resultado do trabalho não poderia ter sido mais primoroso. Foram 25 mil km de viagem e visitas a muitos locais remotos.

Confira:

Todas as fotos © Alexander Khimushin /fonte:via

Adolescente faz maravilhosos cliques de gatos de rua para conscientizar sobre adoção

Gatos abandonados que vivem na rua podem ser menos limpos do que o gatinho de raça de um pet shop. Talvez também eles sejam um pouco mais velhos e precisem de cuidados extras. Mas eles são tão fofos e adoráveis.

É o que o fotógrafo autodidata de 19 anos, Gabriel Khiterer, quer mostrar.

Em reação a todos os gatos perfeitos e imaculados que existem em milhares de posts no Instagram, ele está fotografando gatos de rua que vivem em Vilnius, na Lituânia.

Por quê? Para mostrar que esses gatos são tão dignos de amor e carinho quanto os gatinhos super bonitinhos que você vê online.

‘Claramente, cada gato de rua tem sua própria história de vida, e está visivelmente refletida em sua aparência e comportamento. Todos eles têm esse olhar quase sábio, como se tivessem visto a vida inteira’, explica o fotógrafo em seu Facebook.

Demorou um tempo para Gabriel encontrar os personagens para o seu projeto, pois, felizmente, organizações de resgate de gatos em sua cidade estão trabalhando muito para encontrar lares para os animais.

Mas depois de alguns meses procurando pelas ruas, o fotógrafo havia capturado imagens suficientes de para compartilhar seu trabalho, publicando as fotos em seu Facebook.

“Fiquei realmente surpreso com a grande reação”, disse Gabriel.

Confira as fotos:

* Todas as fotos: Gabriel Khiterer

Designer cria maravilhosos móveis feitos de bambu que mudam de cor ao longo do tempo

Bambu em estado natural, cordas e vidro. O designer alemão Stefan Diez não precisa de mais do que esses três materiais para criar móveis lindos, que unem a tradição da matéria-prima japonesa a um estilo mais contemporâneo.

O desafio de combinar o material, que faz parte da cultura japonesa, à tendência moderna foi feito pela Japan Creative, que anualmente convida um designer europeu ou norte-americano para retrabalhar elementos tradicionais do país.

Stefan preferiu usar o bambu em seu estado natural – no Japão, ele é muito usado depois de ser processado, ficando com aquela aparência amarelada. No trabalho do alemão, os móveis de bambu começam verdes, mas vão ficando mais acinzentados com o passar do tempo devido ao processo químico pelo qual a planta passa.

A linha, batizada de Soba, é composta por um banco, um cavalete e uma mesa. O bambu é moldado a mão por Stefan, e depois as peças são amarradas com cordas de kevlar, que garantem firmeza por muito tempo.

Fotos: © Jonathan Mauloubier/fonte:via