Programa estimula crianças a ler praticando em fazenda de animais resgatados

A maioria das crianças adora a companhia de animais – e muitos deles também desfrutam desta proximidade. Graças a isso, o The Alice Sanctuary decidiu dar uma forcinha para aumentar ainda mais a relação entre os pequenos e os bichanos. Durante um dia por semana, o espaço recebe crianças que estão aprendendo a ler para praticar lendo para alguns dos seus 100 residentes – porcos, cabras, vacas e outras espécies.

O projeto, que funciona todas as quartas-feiras desde o dia 5 de julho, começou de forma inusitada. De acordo com o site The Dodo, a ideia de ler para os animais surgiu quando o porco Oliver machucou a pata e precisou ficar de repouso. Para entretê-lo os voluntários começaram a ler para ele, que parecia apreciar a ideia.

Após o incidente, os voluntários pensaram que a iniciativa poderia ir mais longe. Como o espaço recebe crianças com frequência, surgiu a ideia de convidar os pequenos a praticar a leitura junto com os animais, estimulando o convívio entre as espécies e o interesse nos livros. Desde então, todas as quartas-feiras as crianças são bem-vindas no espaço.

Ler em voz alta para os residentes não só aumenta a cura e amor entre nossos resgatados, mas expande o mundo para os jovens explorarem e serem criativos. Contar histórias para ouvidos que não irão criticar ou julgar a maneiras que nós lemos ou exploramos nossa imaginação“, diz uma publicação na página do Facebook do Santuário.

Todas as fotos: The Alice Sanctuary/Reprodução Facebook /fonte:via

Anúncios

Fotógrafa descobre por que leões marinhos são chamados de cachorros do mar

Se Darwin se surpreendeu com as tartarugas de Galápagos, no Equador, a fotógrafa Kinnara Bosworth voltou seu olhar para outros animais nestas ilhas: os leões marinhos. Ela passou uma semana no local e contou em uma postagem escrita para o site Bored Panda que simplesmente não conseguia resistir à fofura destes animais.

Há quem diga que os leões marinhos são os “cachorros do mar”, por seu comportamento dócil e brincalhão. As fotos de Kinnara registram justamente isso. Na publicação, ela conta que um dia viu um pequeno leão marinho brincando com uma laranja e que os animais se aproximavam dela com frequência.

Nos registros, ela mostra toda a simpatia desta espécie e deixa bem claro o porquê do apelido:

Todas as fotos © Kinnara Bosworth

Ele comprou uma câmera de 1929 num antiquário e teve uma bela surpresa

Essa não é a primeira história de alguém que compra uma câmera fotográfica antiga e descobre o passado de seus antigos proprietários através de um rolo de filme esquecido. Foi dessa forma que o talento da incrível Vivian Maier foi descoberto pelo jornalista John Maloof. Mas este caso, embora ainda não solucionado, também intrigou o fotógrafo holandês Martijn Van Oers após comprar uma câmera de 1929 com um rolo de filme dentro.

A câmera, uma original Zeiss Ikon 520/2, foi adquirida em um antiquário e ele se surpreendeu ao encontrar o filme ainda na máquina. Com a ajuda do amigo Johan Holleman, que costuma revelar seus próprios filmes, eles decidiram descobrir o que revelariam as imagens encontradas dentro da câmera.

Durante o processo, os dois estimaram que as imagens haviam sido capturadas há cerca de 70 anos. Ao todo, quatro fotografias foram reveladas e, embora danificadas, apresentavam diversos detalhes do entorno, segundo Martijn contou ao Bored Panda.

Fotos © Martijn Van Oers

A dupla chegou a conclusão de que o equipamento provavelmente pertenceu a um homem que aparece em uma das fotografias – ele foi fotografado carregando um case de câmera. Martijn colocou as fotografias em sua página do Facebook e um de seus contatos também reconheceu o local em que as imagens foram clicadas: a praia de Biarritz, na França. Após uma busca no Google Streetview, eles foram capazes de encontrar o local exato de uma das fotos, confirmando a suspeita.

Foto: Autor desconhecido

Foto: Reprodução Google Streetview

Agora, Martijn espera encontrar os familiares do fotógrafo misterioso e descobrir mais sobre a história por trás das fotos que entraram por acaso em sua vida. Alguma pista?

Fotos: Autor desconhecido/fonte:via

Concurso de vídeos feitos com drones mostram as maravilhas do mundo como você nunca viu

Os drones revolucionaram o cinema e a fotografia. Imagens que antes demandavam equipes especializadas, câmeras caras e, claro, um helicóptero, hoje são feitas em poucos minutos com um operador e uma câmera compacta.

Isso tornou todo o processo muito mais barato e democratizou as imagens aéreas. O resultado? Um acervo cada vez maior de paisagens estonteantes e intrigantes que antes eram privilégio de pássaros e pilotos.

VIDEO 1

VIDEO 2

VIDEO 3

VIDEO 4

VIDEO 5

VIDEO 6

VIDEO 7

VIDEO 8

VIDEO 9

10GCBIOMS2

E não demorou para que grupos especializados neste tipo de arte começasse a surgir. Um deles é o SkyPixel, que este ano organizou um concurso para escolher as mais estonteantes imagens captadas por drones ao redor do mundo. E, como era de se esperar, a participação foi maciça. Mais de 700 vídeos foram enviados, oriundos de 45 países diferentes. 

Se a origem dos vídeos é bem diversificada, o tema não fica para trás. Entre os melhores vídeos estão um estonteante pôr-do-sol em Bali, uma desafiante escalada em uma das mais altas montanhas da China, o famoso skyline de Seattle, uma sessão de wakeboard nada usual na Nova Zelândia e muitas outras cenas de tirar o fôlego. Agora é só dar o play e apreciar.

Via © DailyMail /fonte:via