Fotografias revelam a beleza pouco explorada da Romênia

Talvez a primeira coisa que venha à sua mente ao ouvir a palavra Romênia seja o Conde Drácula e seu castelo localizado na Transilvânia, região de florestas densas e até hoje repleta de cidades e construções do período medieval. Mas o país, localizado no leste europeu, é repleto de belezas naturais e paisagens estonteantes.

Foi para mostrar esse lado encantador da sua terra natal que o fotógrafo romeno Cristian Ioan decidiu fazer essa série de registros. Viajando pelo país ele capturou imagens que refletem a riqueza natural e histórica da Romênia de maneira sensível e verdadeira. São tantas belezas e uma diversidade de paisagens encantadora que eu duvido você não considerar a Romênia como seu próximo destino nas férias.

CRI_3257a-596e02b037e9b__880

Bocicoel Village

CRI_5109-596e02ceefb5c__880

Colibița

RI_0878-596e01e042894__880

Piatra Craiului Mountains

RI_6904-596e021f2cf06__880

Transfăgărășan

CRI_0302-596e02a57af35__880

Sinaia

20170524-CRI_2056-596e02706b9ae__880

Albota

CRI_0258-596e029d4c45c__880

Sinaia

CRI_0242a-596e0295c68d5__880

Sinaia

20170709-CRI_9006-596e0289bf2bc__880

Orșova

19092680_1405839369508288_7543269462867398968_o-596e02584148d__880

Castelul De Lut Valea Zanelor

Imagens © Cristian Ioan /fonte:via

Os mais belos restaurantes do mundo

Há muito tempo a culinária deixou de ser uma atração exclusivamente gastronômica para virar uma experiência multissensorial. Luz, odores, música, apresentação do prato, atendimento, decoração, tudo é levado em conta quando “avaliamos” um restaurante.

Não é a toa que são cada vez mais numerosos os reality shows, documentários e filmes que abordam o tema, sempre revelando as idiossincrasias criadas para surpreender a boca e os olhos dos clientes. E um bom exemplo disso são esses 5 restaurantes que nós selecionamos para você. Uma amostra de como o prato principal nem sempre é a refeição.

Ithaa Undersea Restaurant

Neste restaurante localizado nas Maldivas o peixe não está apenas no seu prato, mas ao redor dos visitantes. Submerso a quase 5 metros, permite uma verdadeira imersão na vida marinha do local.

ithaa-undersea-restaurant-maldives

Ali Barbour’s Cave Restaurant

Localizado próximo a Mombasa, a segunda maior cidade do Kenia, este restaurante está incrustado em uma caverna com aproximadamente 150 mil anos de idade. É de tirar o fôlego.

ali-barbours-cave-restaurant-diani-beach-kenya

Perla

O restaurante chama Perla, possui o formato de uma concha e faz parte do hotel caribenho chamado La Concha. Além da vista para o mar azul o salão ainda é rodeado por uma piscina infinita. Nada mal, né?

perla-san-juan-puerto-rico

Clos Maggiore

Lareira, uma decoração impecável e as flores que cobrem as paredes e os tetos. Dá pra entender porque este restaurante em Londres foi eleito o mais romântico do mundo em 2016.

clos-maggiore-london-england

Turandot

Todo a ostentação e grandiosidade da arquitetura russa está muito bem representada neste restaurante moscovita. Estima-se que sua construção tenha custado aproximadamente 50 milhões de dólares.

turandot-moscow-russia

Imagens © Reprodução Business Insider/fonte:via

Cãozinho encontra caixa misteriosa nas montanhas e acaba se tornando herói

Todos os dias, diversos gatinhos são abandonados nas montanhas da Grécia. Entre as organizações que buscam encontrar um lar para estes animais está a SCARS, uma rede de resgate que já salvou mais de 25 filhotes em apenas um mês. E a instituição conta com um voluntário bastante especial: Aragon.

Aragon é, na verdade, um cachorro que foi adotado por uma das voluntárias da ONG. Recentemente, enquanto era levado a um passeio pelas montanhas de Immitos, próximo a Atenas, o cachorro encontrou uma caixa misteriosa. Dentro dela, uma ninhada de gatinhos abandonados.

Segundo um vídeo publicado pelo canal do youtube The Orphan Pet, o abandono de animais é comum na região. Apesar disso, a maioria dos filhotes não tem a mesma sorte que os gatinhos encontrados por Aragon. Como as montanhas são habitadas por raposas, os animais logo se tornam uma presa fácil para estas predadoras.

A voluntária, que não teve seu nome divulgado, estava passeando com Aragon próximo da montanha, planejando fazer um vídeo sobre a enorme quantidade de animais abandonados por lá, quando o cachorro começou a ir em direção à caixa, onde encontrou os gatinhos. “Ele está sendo um excelente pai adotivo desde o princípio”, diz a descrição do vídeo. Apesar de contar com os cuidados de Aragon, os animais resgatados pela ONG ainda estão em busca de um lar definitivo.

 fonte:via

Ela se veste de sereia para conscientizar crianças sobre a preservação da natureza

Ariel, a Pequena Sereia, fez (e ainda faz) milhões de crianças (só crianças?) sonharem com uma vida sob o oceano. Kelly Hygema, norte-americana nascida na Florida, era uma dessas, e resolveu fazer o possível para tronar isso realidade. Hoje ela faz parte do sereismo, e garante que faz o possível para ajudar a vida marinha.

Hoje com 20 anos, ela conta que tinha 18 quando se aproximou do movimento sereísta graças às redes sociais. Comprou um rabo de sereia, criou um biquíni de conchas parecido com o do filme da Disney e começou sua jornada como Mermaid Kelly (Sereia Kelly), fazendo performances, animando festas infantis e até sendo contratada para fazer propagandas.

Ela se mudou para São Tomás, uma ilha paradisíaca que faz parte das Ilhas Virgens Americanas, para continuar o ‘sonho de sereia’ próxima do mar. Além de tentar a fama na internet com suas fotos perto e debaixo da água e de publicar vídeos com dicas para criar fantasias, do rabo ao biquíni de conchas, ela diz usar a fama para educar.

Kelly conta que tenta conscientizar seus seguidores, muitos deles crianças e adolescentes, sobre a importância de preservar a vida marinha, além de participar de uma campanha anti-bullying com a Mermaid Kariel, outra adepta do sereismo. Entre os eventos de que participa, muitos incluem falar sobre crianças a respeito da biodiversidade e da necessidade de lutar para mantê-la.

Fotos: Reprodução/Mermaid Kelly fonte:via