Artista recria o resultado da guerra na Síria em miniatura e espalha maquete pelas ruas

Saskia Stolz, artista holandesa fundadora do Power of Art House, criou uma instalação interativa na Praça do Museu, em Amsterdã, onde apresenta Aleppo depois da guerra da Síria.

Lançada no dia 19 de julho, exatamente 5 anos após o início dos combates, a Living Aleppo aborda o dia a dia na cidade de diversas perspectivas, mostrando como é a vida na cidade devastada pela guerra, em uma exibição instalada ao ar livre, convidando a todos que passam a parar e refletir sobre a situação.

“Vidas foram criadas e destruídas aqui. Famílias começaram, mas também acabaram. Estudos, carreiras e ambições começaram e também terminaram aqui”, contou a artista. Ainda de acordo com Saskia, a ideia da exposição é questionar como o poder público e privado podem reconstruir uma cidade devastada pela guerra. Não somente as casas e sua estrutura física, mas também a confiança das pessoas que ali viviam. Para saber mais, acesse o site do projeto.

Todas as fotos © Power of Art House /fonte:via

Ela viajou o mundo fotografando mulheres com vestidos dramáticos em cenários estonteantes

04

Uma mulher usando um lindo vestido provavelmente é um dos ‘fenômenos’ mais espetaculares do mundo. Mas uma mulher usando um vestido tendo de fundo uma paisagem incrível pode ser algo bem próximo de uma obra de arte. Foi o que pensou a fotógrafa russa Kristina Makeeva.

Ela criou uma série de imagens de modelos usando lindos vestidos em cenários deslumbrantes ao redor do mundo como a Ópera de Paris, o Teatro Bolshoi, Ilhas Maldivas, entre outros lugares maravilhosos.

Com um Instagram com mais de 300 mil fãs, a artista publica imagens de suas viagens pelo mundo. Sobre a série de fotos com os vestidos ela contou ao Bored Panda:

Para mim, não há nada mais bonito do que o tecido emaranhado do vestido junto ao vento criado pela mulher correndo. Isso é mágico”.

Veja suas fotos:

Saint Petersburg Mosque, Russia

01

Capadócia, Turquia

02

Ópera de Paris

03

Valensole, Provença

04

Paris, França

05

Capadócia, Turquia

06

Imagens: Kristina Makeeva /fonte:via

A história por trás de uma das fotos mais icônicas do século 20

A fotografia Candy Cigarette (“Cigarro doce”) é um dos trabalhos mais famosos da fotógrafa Sally Mann. Mais do que isso, há quem considere a foto como uma das imagens mais icônicas de todo o século 20. Mas o que está por trás da fotografia?

A cena, capturada em 1989, mostra Jessie, a filha de Sally, brincando com um cigarro falso entre seus dedos, com uma enorme desenvoltura, como se simulasse o comportamento de um adulto. Ao mesmo tempo, as outras crianças em cena parecem em segundo plano, desinteressadas no assunto. A expressão e a pose de Jessie poderiam muito bem ser as de uma mulher adulta, mas sua infância é denunciada pelo vestido, ainda um pouco grande para a idade, e pelas suas feições.

Tudo na imagem parece representar a passagem da infância para a vida adulta, que ocorre de forma cada vez mais rápida – o que Sally provavelmente percebeu durante o crescimento da menina. A foto faz parte do livro “Immediate Family”, lançado pela fotógrafa em 1992.

Sally Mann é também uma das fotógrafas mais reconhecidas dos Estados Unidos, tendo recebido em 2001 o prêmio de Melhor Fotógrafa Americana pela revista Time. Hoje, ela vive e trabalha em Lexington, Virginia, onde continua capturando imagens que mesclam o acaso com momentos posados, como o incrível retrato de sua filha Jessie.

 

Foto: Sally Mann/fonte:via

Fotos raras mostram o cotidiano de Elvis Presley durante sua infância e adolescência

Se o futuro lhe reservava a glória e os louros dourados da realeza e da adoração internacional, o início da vida de Elvis Presley em nada se pareceu com a infância de um rei. Emergido da pobreza do sul dos Estados Unidos nos anos 1930, Elvis atravessaria toda sua juventude, desde criança até sua adolescência, enfrentando as extremas dificuldades financeiras de sua família – até enfim encontrar-se com a guitarra e a música negra americana para assim conquistar o mundo com sua voz, seu ritmo, estilo e a fúria de seus quadris.

Gladis, Elvis e Vernon, 1937 

Elvis em 1939, aos 4 anos

Elvis veio ao mundo em 08 de janeiro de 1935 na cidade de Tupelo, no estado do Mississippi, junto de seu irmão gêmeo Jessie, que não sobreviveria ao parto. Elvis Aaron Presley se tornaria o filho único de Gladys e Vernon Presley, o centro da vida dos pais e motivo de todos os esforços de ambos para melhorarem a vida da família.

 

Elvis e seu primo Kenny montando um touro no carnaval de Tupelo, em 1941

Elvis em 1942, aos 7 anos

Elvis, 1942

O acaso geográfico fez com que Elvis nascesse em um reduto do blues, rodeado pela cultura e principalmente a música negra em sua vizinhança e na igreja que a família Presley frequentava. Desde cedo, tanto a música quanto a pregação dos pastores na igreja fascinavam o pequeno – e ainda loiro – Elvis. Pelo rádio, a música country americana completaria a fortuna de influências que o levaria a se tornar um dos pioneiros do rock, anos mais tarde.

Elvis em 1943

 

Elvis e os pais em 1943

Elvis e seus colegas de classe em 1943

Elvis e amigos, 1945

Em sua infância, porém, trabalhar era o mote para trazer mais dinheiro para casa. E outubro de 1945, Elvis participou de um concurso de jovens talentos em uma rádio local. De pé em cima de uma cadeira, aos dez anos de idade ele cantou a tradicional canção “Old Shep”, e tirou a quinta colocação, ganhando 5 dólares.

Elvis e uma amiga aos 10 anos, em 1945

Elvis, 1945

Elvis aos 11 anos, em 1946

Essa foi possivelmente a primeira apresentação da vida de Elvis que, mesmo nos dias de realeza e riqueza que viriam, jamais esqueceu da família, e de suas raízes musicais e culturais, construídas a duras penas no sul dos Estados Unidos – de onde sairia para se tornar um dos maiores artistas de todos os tempos, na segunda metade dos anos 1950.

Vernon e Elvis

Elvis aos 12 anos, em 1947

Foto escolar de Elvis, em 1947, aos 12 anos

Elvis, 1947

Elvis, 1948

Elvis aos 13, em 1948

Elvis e Gladys, em 1948

Elvis em 1949

© fotos: divulgação/acervo/fonte:via