‘Não repare a bagunça’ mostra que por trás de pessoas interessantes existem cantinhos bacanas

O interesse da jovem Mariana Alves, baseada em Curitiba, no Paraná, pela fotografia, vem desde cedo, quando tinha apenas 15 anos e ganhou sua primeira câmera. Desde então, estudou, fez diversos cursos e se formou em jornalismo, com o intuito de trabalhar na área, como fotógrafa.

Hoje, Mariana conta que seu trabalho é um misto de fotojornalismo com retratos. “Eu atuo da forma mais natural possível para conseguir captar os momentos de forma espontânea. Gosto quando as fotos passam aquilo que as pessoas realmente viveram e sentiram”, diz em seu site.

E seu mais novo projeto tem tudo a ver com isso. É o “Não repare a bagunça”, onde a fotógrafa clica, de maneira inspiradora, as pessoas dentro de suas próprias casas. “A personalidade (da pessoa) se materializa de alguma forma, e a minha aposta é que na sala da nossa casa, na nossa mesa de trabalho, naquela prateleira no fim do corredor, tem uma porção enorme de nós”, conta Mariana.

Ainda de acordo com a fotógrafa, ao entrar em uma casa para fotografar, ela busca os ambientes que mais inspiram e trazem histórias, dando pistas da personalidade que de alguma forma resultou em todos os objetos e cores presentes no local. Se você se interessou e gostaria fazer parte do projeto, basta entrar em contato para trocar uma ideia com a Mariana e quem sabe agendar seu ensaio.

 

 

Imagens © Mariana Alves/fonte:via

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s