Quadros clássicos e ícones pop ganham toques orientais nas mãos deste tatuador

Na maioria absoluta dos países a tatuagem perdeu qualquer sentido subversivo e marginal, tornando-se, pelo contrário, um mero adorno decorativo, aceito e compartilhado por toda família.Em alguns raros lugares, porém, riscar a própria pele ainda é um tabu: na Coreia do Sul, por exemplo, o tatuador precisa possuir uma licença médica, ou seu ofício é considerado ilegal.

Contra tudo e todos, portanto, o artista sul-coreano Pitta KKM tornou-se um ícone local, tatuando com talento e misturando referências das mais diversas.Estéticas tradicionais locais misturam-se com elementos da cultura americana e com o trabalho dos mestres da pintura, como Magritte, Klimt e Michelangelo, transformando suas tatuagens num caldeirão cultural fervendo a perfeita fronteira entre o ocidente e o oriente.

Quadros famosos desses gênios da arte, nas mãos de Pitta KKM, se transformam em desenhos coreanos.

Partindo do tradicional espectro de cores coreano utilizado nas artes tradicionais locais conhecido como Obangsaek (no qual o azul, o vermelho, o amarelo, o branco e o preto representam leste, sul, centro, oeste e norte respectivamente, assim como cinco elementos tradicionais coreanos: madeira, fogo, terra, metal e água), suas tatuagens parecem querer saltar da pele em cores e contrastes, através de um belo uso dos espaços negativos.

“Eu misturo tudo que posso com a estética coreana. E toda vez que consigo transformar um trabalho famoso em estilo oriental, me divirto de verdade!”, ele diz.

© fotos: Pitta KKM/Fonte:via

Anúncios

A recém inaugurada LEGO House é o paraíso de crianças (e adultos)

No último dia 28 de setembro, foi inaugurada em Billund, na Dinamarca, a tão esperada LEGO House. O projeto do escritório Bjarke Ingels Group (BIG), que começou a ser construído em 2014, conta com loja, restaurante, café, praça e áreas de brincar, além de uma coleção histórica da marca.

A fachada do local, que foi pensado para ser um verdadeiro centro de experiência imersiva, é composta por 21 tijolos empilhados, numa alusão aos blocos de plástico da empresa, criada em 1932 na mesma cidade onde o museu foi construído.

O espaço de 12 mil metros quadrados foi dividido em 4 andares, sendo que no primeiro e no segundo ficam as áreas de brincar, que foram separadas por cor: vermelho para criatividade, azul para habilidade cognitiva, verde para atividades sociais e amarelo para emoções.

No térreo ficam a loja, os restaurantes e a praça, de dois mil metros quadrados. No subsolo é possível conhecer a coleção histórica da marca, e no último andar, encontra-se uma galeria com criações de fãs de todo o mundo. “Era um sonho de muitos anos criar esse lugar. Na LEGO House, celebramos a criatividade e a força da aprendizagem através do jogo”, disse Kjeld Kirk Kristiansen, atual CEO do grupo. A LEGO House espera receber 250 mil visitantes por ano, e terá atrações tanto pagas quanto gratuitas.

Fonte:via

Casa sustentável tem conta de luz de US$ 2,35 por ano

Uma casa na Austrália foi construída para provar como é possível viver em local luxuoso e confortável, sem abrir de nada, mas sem desperdiçar, sem poluir.

E o melhor de tudo: gastando pouco mais de 2 dólares em energia por ano.

Desde sua construção, planejada para o mínimo desperdício de luz natural, essa casa de “10 estrelas” é diferente: ao fim da “construção”, ela gerou somente 3 sacos de lixo. Os materiais de sobra foram devidamente reciclados.

Quando pronta, a casa foi equipada com painéis de energia solar no teto, e um enorme galão para se reaproveitar a água da chuva.

Os materiais de sua construção são especiais para aquecerem o interior da casa sem a necessidade de aquecedores – e tudo isso com elegância, conforto e estilo.

Uma casa ecologicamente correta que ainda torna a vida bem mais leve em nossos bolsos.

A ideia é encorajar a construção de mais casas ecológicas, especialmente através desses benefícios em contas de luz – diretamente proporcionais aos benefícios para o planeta – e da beleza da casa de 10 estrelas australiana. Viver melhor e mais barato é um belo projeto para o futuro.

 

Fonte:via

Donos de cães compartilham imagens do primeiro contato que tiveram com seus pets

O primeiro contato entre donos e seus animais de estimação é um momento para se guardar na memória para sempre. E, graças aos smartphones, é cada vez mais fácil fazer um registro fotográfico desse encontro marcante.

O site Bored Panda pediu que seus usuários enviassem as primeiras fotos que eles tiraram com seus amigos animais, e o resultado é uma enorme onda de amor à primeira vista.

Muitos dos bichinhos mostrados foram adotados, e várias imagens registram o caminho entre o abrigo e seus novos lares.

A caminho de casa

Para ver ainda mais imagens lindas como essas, acesse o post original do Bored Panda.

Fotos/Reprodução/Bored Panda/Fonte:via