Uma das ilhas mais isoladas do mundo agora é também uma das maiores reservas marinhas do planeta

A Ilha de Páscoa, no Chile, é considerada uma das mais isoladas do mundo. Localizada a quase 3 mil quilômetros do continente, até hoje a ilha guarda um mistério em torno de suas estátuas de pedra gigantes, que mexem com o imaginário de turistas e pesquisadores.

Agora, a região acaba de conquistar um título de respeito: a de detentora de uma das maiores reservas marinhas protegidas do planeta. Estima-se que a região costeira da Ilha de Páscoa resguarde 142 espécies que não são encontradas em nenhum outro lugar, além de ser um importante ponto de migração para algumas espécies.

A nova reserva marinha deverá ter 740.000 quilômetros quadrados ao redor da ilha. Para se ter uma ideia da dimensão, o espaço corresponde a três vezes a área do estado de São Paulo.

Desde 2015, o governo do Chile estuda a criação de uma reserva na região. Entretanto, a decisão foi delegada à comunidade rapanui, povo originário da Ilha de Páscoa. Uma consulta popular recebeu os votos de 642 pessoas do povo rapanui, dos quais 64% votaram a favor da criação da reserva, que será administrada de forma conjunta entre o Estado Chileno e o povo rapanui.

O espaço será protegido de todo o tipo de atividade comercial, como mineração, pesca e outras atividades extrativas. Apesar disso, o governo chileno abriu uma exceção: a comunidade rapanui terá permissão para pescar, mas apenas usando métodos artesanais.

 

Todas as fotos via Unsplash

Anúncios

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s