A história por trás das 66 polaroides perdidas de Madonna antes da fama

Quando tomou conhecimento do sucesso daquela então nova cantora a tomar conta das rádios e televisões chamada Madonna, o fotógrafo Richard Corman só conseguiu pensar em uma coleção de polaroides que havia clicado poucos meses antes, e que simplesmente tinha desaparecido. Nas fotos, Madonna era ainda uma ambiciosa artista de 24 anos – meses depois, ela se tornara a maior cantora do mundo, e suas polaroides haviam sumido, ou pior: talvez ele mesmo as tivesse jogado no lixo.

Madonna foi apresentada a Corman pela mãe do fotógrafo, que garantiu a ele que ela seria uma grande estrela um dia, e que ele deveria fotografa-la. As fotos aconteceram em abril de 1983, no apartamento de Madonna e, em seguida, no apartamento do irmão da cantora, em Nova Iorque.

No segundo dia, mais de 70 polaroides foram clicadas – algumas foram separadas por Corman, as outras foram guardadas. Meses depois, quando Madonna já havia lançado o hit “Holiday” e estourado nos EUA e no mundo, ele se deu conta de que não sabia onde as imagens guardadas estavam. Assim o dilema permaneceu por nada menos que 33 anos, até fevereiro de 2016.

No início do ano passado, enquanto realizava uma mudança de seu antigo apartamento, foi que Corman encontrou, no fundo de um armário, uma misteriosa caixa: dentro, as 66 polaroides restantes e totalmente inéditas. Como, de 1983 pra cá, Madonna superou em muito seu sucesso inicial, tornando-se uma das mais importantes artistas da história da música pop, as fotos de Corman possuem valor de documento, e ele fez o que deveria ser feito: reuniu as 66 polaroides em um livro, mostrando a graça, o frescor, o charme e a intimidade de uma Madonna poucos meses antes de seu destino lhe encontrar.

O livro Madonna 66 pode ser adquirido aqui.

Quando tomou conhecimento do sucesso daquela então nova cantora a tomar conta das rádios e televisões chamada Madonna, o fotógrafo Richard Corman só conseguiu pensar em uma coleção de polaroides que havia clicado poucos meses antes, e que simplesmente tinha desaparecido. Nas fotos, Madonna era ainda uma ambiciosa artista de 24 anos – meses depois, ela se tornara a maior cantora do mundo, e suas polaroides haviam sumido, ou pior: talvez ele mesmo as tivesse jogado no lixo.

Madonna foi apresentada a Corman pela mãe do fotógrafo, que garantiu a ele que ela seria uma grande estrela um dia, e que ele deveria fotografa-la. As fotos aconteceram em abril de 1983, no apartamento de Madonna e, em seguida, no apartamento do irmão da cantora, em Nova Iorque.

No segundo dia, mais de 70 polaroides foram clicadas – algumas foram separadas por Corman, as outras foram guardadas. Meses depois, quando Madonna já havia lançado o hit “Holiday” e estourado nos EUA e no mundo, ele se deu conta de que não sabia onde as imagens guardadas estavam. Assim o dilema permaneceu por nada menos que 33 anos, até fevereiro de 2016.

No início do ano passado, enquanto realizava uma mudança de seu antigo apartamento, foi que Corman encontrou, no fundo de um armário, uma misteriosa caixa: dentro, as 66 polaroides restantes e totalmente inéditas. Como, de 1983 pra cá, Madonna superou em muito seu sucesso inicial, tornando-se uma das mais importantes artistas da história da música pop, as fotos de Corman possuem valor de documento, e ele fez o que deveria ser feito: reuniu as 66 polaroides em um livro, mostrando a graça, o frescor, o charme e a intimidade de uma Madonna poucos meses antes de seu destino lhe encontrar.

O livro Madonna 66 pode ser adquirido aqui.

© fotos: Richard Corman/fonte:via

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s