Esta startup reutiliza muros grafitados para criar joias e empregar mulheres em situação de rua nos EUA

Enquanto certo esnobismo tradicional insiste em diminuir a força artística e discursiva dos grafites espalhados por muros de grandes cidades de todo o mundo, algumas pessoas veem tais trabalhos de rua não só como arte, mas como joias em potencial – literalmente.

É o caso da marca Rebel Nell, que não só utiliza pedaços de antigos muros grafitados para forjar suas joias, como o faz contratando mulheres em situação de rua para realizar tal trabalho.

A empresa surgiu em 2012, quando sua fundadora, Amy Peterson, viu pelas ruas de Detroit, nos EUA, tais pedaços de muro cobertos de tinta e desenhos, e pensou que aqueles restos poderiam retornar ao seu estado original, e voltar a ser arte. Não abrir mão do sentido independente e político que o grafite possui era uma preocupação, e assim surgiu o insight de contratar mulheres em situação de rua.

Além de pagar um salário, a empresa oferece apoio psicológico e aulas de planejamento financeiro às funcionárias, para que consigam sair das ruas. Das 15 mulheres que a marca já contratou, seis terminaram seus ciclos dentro da Rebel Nell, conseguiram novos empregos e retomaram suas vidas – abrindo assim espaço para novas mulheres que necessitam do trabalho e da ajuda.

© fotos: divulgação/fonte:[via]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s