Um dia surreal na vida de Salvador Dalí registrado em fotos

Um ensaio fotográfico “esquecido” pela história acabou emergindo na imprensa internacional especializada nas últimas semanas.Nele, o fotógrafo Charles Hewitt mostra um confortável e irreverente Salvador Dalí sendo clicado para a revista britânica Picture Post em 1955.

O trabalho foi intitulado de forma simples e direta: “Um dia com Salvador Dalí“.

Dalí é fotografado em uma casa simples na região de Costa Brava, Espanha. O local fica próximo do vilarejo Port lligat, onde, em 1930, após ser expulso de casa pelo seu pai, que não aguentava mais suas expressões repletas de blasfêmia, o jovem Salvador comprou uma barraca de pesca e seguiu a vida.

“Port lligat é o lugar de produção, o lugar ideal para o meu trabalho. Tudo se encaixa perfeitamente, o tempo passa mais devagar e cada hora tem sua dimensão apropriada”, ele disse uma vez sobre a região.

A mulher que aparece nas fotos é Gala, esposa russa de Dalí e sua musa inspiradora. Dalí conheceu Gala ali mesmo, em Costa Brava, na época acompanhada de seu então marido Paul Éluard, que também era pintor.

Na ocasião, Salvador, com 35 anos, disse ser virgem. Seu relacionamento com Gala foi um dos motivos que dificultou sua convivência com a família.

Nascido na cidade espanhola de Figueres no dia 11 de maio de 1904, Salvador Dali morreu no mesmo local em 23 de janeiro de 1989, aos 84 anos.

 

Fotos: Charles Hewitt /fonte:via

Anúncios

1 comentário

  1. DALI, que considero o grande pintor do século passado, não quis perceber, talvez por não ter disso necessidade, o que Picasso e outros então descobriram. O dinheiro, e o poder que ele dá, estava nas mãos dos iconoclastas. Era urgente pintar formas e paisagens a serem aceites pelas tertúlias endinheiradas , especialmente de americanos, que tinham o poder de influenciar os marchants e preferir ou preterir à sua vontade. Leia-se a biografia de Gertrude Stein, uma mulher que nunca fez nada que valesse a pena mas foi determinante para, em Paris, fazer o gosto do mundo por ela elegido como ‘culto’ e que frequentava o seu salão, na sua quase totalidade americanos e judeus endinheirados.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s