Hotel de San Francisco oferece cachorros como companheiros de quarto

Para quem viaja muito e adoraria ter uma versão fofa da aventureira frase ‘um amor em cada porto’, um hotel em San Francisco está lançando uma tendência bastante animadora. O Nikko oferece a seus hóspedes a possibilidade de ter a companhia absolutamente agradável em seus momentos solitários longe de casa: a de um cão!

E não vá pensando que se trata de um cachorrinho qualquer, pois não é nada disso. O animal, que se chama Buster Posey , tem até mesmo um cargo metido a besta no estabelecimento que é o de CCO (Chief Canine Officer).

Para usufruir do serviço, os interessados precisam checar a disponibilidade na agenda do ‘profissional’ e marcar um horário. Feito isso, os hóspedes podem passear com o cãozinho.

Claro, a concorrência deve ser grande, pois o hotel possui nada menos do que 500 quartos! E Buster faz tanto sucesso que até já ganhou uma versão em pelúcia que custa US$ 29, deste valor, US$ 2 (R$ 6,46) são doados à Rocket Dog Rescue, uma instituição que cuida de animais abandonados.

Imagens: Reprodução/fonte:[via]

Anúncios

Esta artista brasileira é rainha na arte de desenhar com fitas adesivas

Marina Rodrigues é formada em joalheria e descobriu a tape art por acaso. Um dia, quando procurava referências para reformar o espaço no ateliê de joias no qual trabalhava há anos, recebeu a ideia de uma amiga de uma arte que já vinha sendo feita nos Estados Unidos. Ali nascia um novo talento.

Hoje, Marina se tornou uma referência e coleciona projetos executados em residências, escritórios, projetos cenográficos e mostras decorativas, sempre deixando sua personalidade registrada conduzida pela pureza e simplicidade, abrindo interpretações para projetos de arte e design.

Para criar, a artista utiliza um programa de edições de imagens no computador para somente depois aplica-lo na parede ou em um painel. Suas obras mudam totalmente a aparência de um ambiente, sobretudo por muitas delas interagirem com a estrutura arquitetônica e até mobiliária do espaço.

Há mesmo criações que acompanham linhas paralelamente a paredes, sofás, quadros, estantes, e outras em trompe-l’oeil (técnica que cria truques de perspectiva).

Confira o trabalho de Marina:

 

Imagens: Marina Rodrigues/fonte:via

Livro explica como relação com os animais influenciou a vida de Frida Kahlo

Frida Kahlo é reconhecida por sua força e por uma vida marcada por incidentes de saúde – a artista sobreviveu à poliomelite quando criança e sofreu um grave acidente de ônibus aos 18 anos, que a deixou com diversas sequelas. Porém, pouco se fala sobre outro aspecto fundamental na vida de Frida: seu amor pelos animais.

Lançado recentemente, o livro “Frida Kahlo and Her Animalitos“, da escritora Monica Brown, com ilustrações de John Parra, busca retratar essa faceta da artista mexicana. Voltada para crianças, a obra explora a maneira como essa relação com diferentes espécies de animais ajudou a moldar o caráter e a personalidade de Frida.

Em sua Casa Azul, a artista convivia com um papagaio, uma águia, dois macacos, duas tartarugas, três cachorros, um gato e até um cervo. Em algumas das páginas da história, a autora conta que Frida era colorida como seu papagaio, enquanto outro trecho a retrata como uma mulher independente como um gato.

As ilustrações também são um show à parte e relembram o melhor da vida e da obra da artista. Espia só!

Fotos: Brain Pickings /fonte:[via]

Onda de frio atinge África e cobre o deserto do Saara com neve

Uma das maiores antonomásias de calor escaldante é o Deserto do Saara, por isso não faz qualquer sentido imaginar neve ali. A gora, com este tempo louco, faz sentido sim. O fato ocorreu na pequena cidade de Ain Sefra, na Argélia. Foi a terceira vez em 40 anos em que essa parte do deserto saariano ficou coberta de branco. Uma estranha tempestade de inverno provocou uma forte queda de neve que deixou o deserto do Saara coberto de gelo.

O fotógrafo Karim Bouchetata, que fazia um trabalho no local, conseguiu registrar as incríveis imagens.

– “Ficamos realmente surpresos quando acordamos e nos deparamos com a areai coberta de neve. Muito louco! Permaneceu todo o dia de domingo e começou a derreter só as 5 da tarde”, relatou.

A neve começou a cair nas primeiras horas do domingo e rapidamente assentou-se na areia. A cidade conhecida como “Portão ao Deserto” viveu um episódio similar em 2016, quando uma forte queda de neve, depois do Natal, provocou caos nas rotas de acesso.Em janeiro de 2017, as dunas voltaram a ficar tingidas de branco. Os garotos aproveitaram para fazer bonecos de neve. Mas antes disso, a última vez que Ain Sefra viu neve foi em fevereiro de 1979.

Há um explicação para o fenômeno: Ain Sefra encontra-se a quase mil metros acima do nível do mar e está rodeada pelas montanhas do Atlas. Lógico, apesar de sua altitude, é extremamente raro ver neve na cidade. Em janeiro, as temperaturas costumam oscilar entre 8 e 18 graus Celsius.

Esta é a terceira nevasca registrada no norte do Saara nos últimos 40 anos. A última ocorreu em dezembro de 2016.De acordo com as estimativas, nas próximas horas as áreas afetadas pela onda de frio podem continuar cobertas por 10 ou 15 centímetros de neve.

Fotos: Robinson Photography / Fonte: Mail Online.