Ela cria tattoos mesclando paisagens, dupla exposição e good vibes

Num mercado cada vez maior e mais popular, possuir estilo e talento é hoje determinante para se tornar um tatuador ou tatuadora de sucesso. Autodidata em seu caminho e interessada especialmente pela natureza, pelas cores e pela sobreposição de imagens na formação de seu traço, a tatuadora polonesa Daria Stahp encontrou um estilo ousado, colorido, estimulante e, ao mesmo tempo, relaxante e harmonioso – um tanto psicodélico e cheio de boas vibrações.

A natureza e a mistura de temas e imagens marca suas tatuagens, que cada vez mais vem ganhando o gosto e a pele dos clientes de sua loja em Varsóvia, na Polônia. Alto contraste e cores vivas, mesclando em dupla exposição com toques surrealistas algumas incríveis paisagens como que escondidas em diversas formas e molduras intrigantes.

“Eu realmente amo o efeito que isso provoca. Acho que colocar duas coisas em uma só imagem e confinar algo maior em um espaço delimitado é uma boa maneira de expressar sua paixão por coisas mais intensas que somente uma imagem”, ela diz.

Para conhecer mais de seu trabalho, visite seu perfil no Instagram.

 

© fotos: divulgação/fonte:[via]

Adolescente vegano de 16 anos surpreende seguidores com sobremesas arrasadoras

José é um adolescente vegano de 16 anos que tem 751 mil seguidores no Instagram por causa das fotos que tira das comidas maravilhosas que ele faz. Seu lema é “A vida é muito curta para comer comida chata”, então faz sentido que ele crie muitas coisas coloridas, divertidas e incrivelmente bonitas que faz com que seus seguidores fiquem encantados.

Suas principais refeições compartilhadas no perfil até o momento são smoothies, tortas e picolés, principalmente de frutas congeladas e leite de coco. Tudo é tão absolutamente bem feito e ‘fotogênico’ que o complicado deve ser ter coragem de comer.

Confira algumas das lindas criações do artista:

 

Imagens: Reprodução/fonte:[via]

Fotógrafo captura as maravilhosas expressões de cães disputando petiscos

O fotógrafo Christian Vieler sabe mostrar o lado mais engraçado de nossos cães. Em sua série “Dogs Catching Treats“, ele captura as expressões maravilhosas dos cachorros pegando alguns petiscos no ar.

Sempre com fundo escuro, as fotos mostram um close no rosto do animal enquanto ele tenta pegar o petisco. Podemos ver de perto seus dentes, sua língua e até a baba do cachorro, mas o mais impressionante mesmo é a sua expressão de êxtase diante da comida.

Em sua última série, Christian fotografou duplas de cães disputando os petiscos e obteve um resultado ainda mais fofo. Chega a ser engraçado ver a carinha dos cães enquanto tentam capturar a guloseima no ar.

Em seu Instagram, Christian também compartilha fotografias dos bichanos nas poses mais inusitadas – e o sucesso de cada foto é garantido! Não por acaso, sua conta já reúne mais de 50 mil seguidores na rede social.

Acompanhe mais do trabalho do fotógrafo em seu site oficial ou através do Instagram.

 

Fotos © Christian Vieler /fonte:[via]

Série fotográfica prova que animais com deficiência também são o máximo

Foi o grande físico britânico Stephen Hawking quem decretou: nada no universo é perfeito, e não fosse pela imperfeição, nenhum de nós estaria aqui. Tal máxima vale não só para o universo como também para a Terra, o ser humano e os animais em geral. Foi para a celebrar essa maravilhosa imperfeição que nos constitui que o fotógrafo de animais australiano Alex Cearns decidiu retratar os mais singulares, charmosos, únicos e imperfeitos cachorros.

“Um dos meus mais apaixonados objetivos como fotógrafo de animais é capturar as adoráveis sutilezas que tornam todas as criaturas preciosas e únicas”, afirma Alex. “Eu amo cada animal, mas esses possuem um lugar especial no meu coração. São cães que perderam uma pata, nasceram sem os olhos, que estão inda cicatrizando feridas de abusos. Eles adaptam seus corpos sem reclamar e com determinação”, disse o fotógrafo, trazendo para seu trabalho a certeza da beleza e da inspiração nas imperfeições.

O nome do projeto, que será lançado em livro no próximo dia 19, é preciso: “Perfect Imperfection – Dog portraits of Resilience” (Imprecisão Perfeita – Retratos Caninos de Resiliência). A inspiração é imediata, assim como a sensação de ternura e afeto que cada foto nos provoca, feito fossem os cães que nos afagassem.

 

© fotos: Alex Cearns/fonte:[via]