Quênia proíbe sacolas plásticas e morte de animais marinhos sufocados cai 67%

Desde agosto de 2017, o Quênia sancionou uma lei de proibição de sacolas plásticas que ficou conhecida como a mais severa do mundo. A medida prevê prisão de até quatro anos e multas de US$ 40 mil para quem produzir, comercializar ou até mesmo utilizar as tais sacolas.

Logo que a lei foi sancionada na época, as pessoas e a indústria ficaram chocadas e teve muito mimimi, textão no Face e aquele ladainha que acontece toda vez que as pessoas se veem diante de uma nova grande mudança em suas vidas.

Com o passar dos meses foi possível perceber que os benefícios foram inúmeros, sobretudo para o meio ambiente. Entre a lista de coisas positivas, a quantidade de animais marinhos que são encontrados mortos por sufocamento provocado por sacolas plásticas caiu 67%.

O sucesso da lei é tamanho que ela em breve deverá ser replicada em países como Uganda, Tanzânia e Sudão do Sul.

 

Imagens: Reprodução/fonte:via

Anúncios

Ela foi destruída nas redes sociais por causa de seu sorriso. Uma estranha viu seu caso e decidiu mudar sua vida

Era para ser um simples pedido de casamento surpresa. Uma ocasião bonita, e que era gravada por várias pessoas na rua. Mas os “trolls” da Internet conseguiram fazer com que esse momento se tornasse um verdadeiro pesadelo para uma das mulheres que estava acompanhando de perto o momento.

Jessica McDaniels, natural de St. Louis, nos EUA, levava normalmente a sua vida até que ela se tornasse alvo da legião de internautas que sem se importar com a felicidade e a paz das outras pessoas ataca indiscriminadamente a qualquer um. Por ter sido fotografada no momento do casamento, enquanto filmava a cena, ela acabou se transformando em um “meme”.

Por conta dessa foto, Jessica McDaniels foi ridicularizada na Internet:

 
St. Louis Post

“Não consegui acreditar que em meio a um lindo pedido de casamento, meus dentes roubaram a atenção”, disse a garota, que de uma hora para outra passou a receber uma série de xingamentos em seu perfil do Facebook.

St. Louis Post

A garota necessitava de uma cirurgia maxilofacil, mas o fato é que ninguém tinha o direito de dizer absolutamente nada a ela. Muito menos utilizar isso como motivo para zombaria. “Eles me enxergam como um animal em um zoológico”, lamentou a mulher, que é mãe de duas crianças.

Adsense

Ao todo, a foto da mulher foi compartilhada pelo menos 88 mil vezes nas redes sociais. No entanto, não foram apenas pessoas com más intenções que entraram em contato com Jessica. Ela decidiu abrir uma conta no GoFundMe, e tinha como meta coletar 10 mil dólares para que pudesse pagar sua cirurgia.

St. Louis Post

Mas no mundo ainda existem pessoas de bom coração, como a médica Maryann Udy, especialista em cirurgias de correção mandibular. Tocada pela história de Jessica, ela decidiu oferecer a operação de forma gratuita a ela. Depois disso, com o dinheiro que havia arrecadado no GoFundMe, ela lidou com gastos adicionais pós-operatórios.

St. Louis Post

Mesmo com o final feliz, a história serve para abrir os olhos de quem ainda pensa que não há problema nenhum em zombar com as pessoas na Internet, sem se preocupar com o sofrimento que isso pode causar para os envolvidos.

St. Louis Post

 fonte:via via  Upsocl.