Elon Musk tem um plano para você atravessar o planeta em até 40 minutos

Para o empresário Elon Musk, o futuro não só é agora como ele deve ir muito além dos limites que imaginamos – e, para isso, Musk vem trabalhando arduamente para transformar o que pareciam delírios do melhor cinema de ficção científica em uma realidade próxima. Sua mais nova empreitada é um sistema de transporte que seja capaz de cruzar o planeta em 30 a 40 minutos – e para isso ele pretende combinar duas de suas empresas e revolucionar a maneira como viajamos, nos locomovemos e, assim, que vivemos.

O projeto que Musk anunciou por sua conta no Twitter irá acontecer em uma parceria entre a BFR (Big Falcon Rocket, empresa que desenvolveu o mais velos e eficaz foguete do mundo) e a The Boring Company, pela qual o designer e inventor sul-africano vem investindo na tecnologia do hyperloop – ambas empresas de Musk sob a chancela da SpaceX. O anúncio, tanto de Musk quanto de outras pessoas ligadas às empresas, garante que não só isso realmente irá acontecer, como estará disponível em breve – num espaço de no máximo 10 anos.

Os hyperloops é um sistema de transporte ainda em desenvolvimento, que correrá por túneis de baixa pressão, sobre um fluxo constante de ar pressurizado – o que permitirá que “trens” ou “foguetes” atinjam velocidades altíssimas inéditas. Combinando tal tecnologia ainda por vir com a tecnologia dos foguetes da BFR, e o resultado será, garante Musk, cruzar o planeta em menos de uma hora.

Segundo uma das diretoras da BFR, uma passagem de Nova Iorque para Xangai custará cerca de 2 mil dólares, e o sistema será capaz de realizar cerca de 12 viagens ao redor do planeta por dia. Musk tuitou que fará uma livestream, com direito a perguntas e respostas, amanhã às 7 da noite – horário americano – na qual possivelmente ele trará mais informações sobre a novidade. O futuro, pelo visto, é logo ali – e está sendo desenhado na cabeça de Elon Musk.

© fotos: divulgação/fonte:via

Anúncios

As pinturas desta artista japonesa são mais realistas que qualquer fotografia

O hiper-realismo das pinturas da artista japonesa Kei Mieno é de tal forma perfeito que, mesmo quando observamos detalhes aproximados de seus trabalhos, é difícil crer não se tratar de uma fotografia. Recentemente, Mieno compartilhou a imagem de uma mulher deitada em um rio – e quando a internet descobriu se tratar não de uma foto em alta definição, mas sim de uma pintura, a rede foi à loucura – e os compartilhamentos vieram aos milhares em questão de instantes.

A celeuma é justa: ainda que o estilo hiper-realista de pintura costumeiramente e por motivos evidentes alcance sucesso na internet, é raro encontrar um artista tão talentoso e com resultados tão impressionantes quanto Mieno. A pintora de 33 anos, nascida em Hiroshima, é capaz de detalhar com tamanha irretocável perfeição suas pinturas que as imagens chegam a provocar confusão em quem as vê.

Luzes, sombras, cabelos, tecidos, tudo é perfeito nos quadros de Mieno – que já vêm expondo por todo o Japão e, nas horas vagas, quando não está pintando ou dando aulas de pintura, ela faz o óbvio: fotografa, reproduzindo a realidade que vê em suas fotos quase com tanta precisão quanto em seus quadros.

fotos:Kei Mieno/fonte:via