‘Estrada de tubarões’ de mais de 800 quilômetros pode se tornar área de proteção

Pela primeira vez cientistas filmaram tubarões viajando por uma “estrada” submarina de mais de 800 km, no Oceano Pacífico – entre as Ilhas Galápagos e a Ilha do Coco, na Costa Rica. Trata-se de um caminho seguindo uma série de montanhas submersas, no qual diversos tipos de tubarão e outros animais marinhos, como tartarugas e golfinhos, foram registrados “viajando”. Os cientistas ainda não sabem se a passagem dos animais pela “estrada” se dá para a caça, como rotas de navegação ou por acaso – mas o registro de tal viagem pode ser fundamental para a proteção de tais animais.

Apesar das Ilhas Galápagos e da llha do Coco serem áreas protegidas para pesca em geral, a “estrada dos tubarões” não é, e o registro de tal caminho permitirá o pedido de preservação da estrada como um meio de se preservar a vida desses animais. Quem realizou a expedição – que levou duas semanas até conseguir o registro – e entrará com o pedido é a Fundación PACÍFICO, um grupo costa-riquenho que reúne quatro fundos ambientais diferentes.

A utilização de tais “estradas” à beira de montanhas marinhas foi registrada pela primeira vez, no qual mais de dezesseis espécies de tubarões e peixes foram vistos utilizando o caminho – algumas delas sob risco de extinção.

O perigo de manter essas áreas fora de programas de proteção é dos tubarões acabarem pescados em redes de pesca de atum. Para os cientistas, proteger a “estrada dos tubarões” é o próximo passo pela conservação da espécie.

© fotos: divulgação/fonte:via

Anúncios

Casinhas modernistas de pássaros feitas com material reaproveitado são puro amor

Como grandes arquitetos que são, os pássaros de modo geral conservam o estilo de suas construções intocados ao longo de séculos. Pois o marceneiro americano e admirador da arquitetura Douglas Barnhard decidiu aproveitar as sobras de suas madeiras para ajudar os pássaros a “atualizarem” o estilo de suas casas – criando modelos de casas de passarinhos inspirados nas construções modernistas. O projeto foi batizado de Sourgrassbuilt.

Barnhard e sua mulher, Christy, possuem uma loja de móveis e armários, e para aproveitar suas sobras e criar suas encantadoras casinhas o casal decidiu se valer de sua paixão e homenagear edifícios e arquitetos famosos, como Joseph Eichler e Frank Lloyd Wright, aproveitando o fato de morar em Santa Cruz, na Califórnia, para também utilizar elementos da cultura do skate e do surf na concepção das casas.

Apesar de especialmente elegantes e bem acabadas – feitas com pedaços de nogueira, bambu, teca ou mogno – o Sourgrassbuilt não é somente design, afinal os pássaros precisam viver bem dentro das construções. Assim, as casas são projetadas com cores, tetos e paredes vivas de plantas, calhas instaladas para alimentação, poleiros e até pequenas piscinas para refrescar os animais – um luxo cinco estrelas para os pássaros.

© fotos: divulgação/fonte:via