Mulheres em situação de rua de NY dão aulas de inglês para alunos do mundo todo graças a este projeto

A demanda por aulas de inglês no mundo inteiro é enorme, mas nem sempre é fácil encontrar professores nativos do idioma.

Uma iniciativa preenche esse nicho de mercado ao mesmo tempo em que oferece uma oportunidade para mulheres em situação de rua de Nova York, nos Estados Unidos. Assim é o Soulphia, um projeto apoiado pela Universidade de Columbia e por abrigos municipais. As instituições oferecem treinamento para estas mulheres, que passam a ministrar aulas de inglês para alunos do munto todo através de uma plataforma online.

De acordo com o vídeo de divulgação do projeto (veja abaixo), 75% das mulheres que vivem nas ruas de Nova York são profissionais qualificadas que estão enfrentando diversos problemas. Dessa forma, o Soulphia é, mais do que uma escola de inglês online, uma forma de oferecer oportunidade a essas mulheres de começar de novo.

As aulas são pagas através do PayPal e o dinheiro é repassado às tutoras. Segundo o AdNews, 25 mulheres já receberam treinamento para atuar no projeto, que ofereceu mais de 1500 aulas até o momento, englobando mais de 300 estudantes de seis países diferentes.

Um vídeo emocionante foi lançado para celebrar e divulgar o projeto, mostrando toda a carga emocional de quem aprendeu as palavras mais difíceis na prática. Vem ver (tem legendas em português!):

Fotos: Reprodução Vimeo/fonte:via

Nova modalidade de yoga desafia praticantes dentro de uma piscina

Se para você yoga é sinônimo de relaxamento, então talvez esteja na hora de conhecer o FloatFit, uma modalidade inpirada na prática que acontece dentro de uma piscina.

Misturando posições de yoga com exercícios de alta intensidade, a prática é feita em uma plataforma flutuante colocada na água. Durante 30 minutos, os adeptos precisarão se equilibrar enquanto queimam até 400 calorias.

Idealizada pela AquaPhysical, a modalidade já conquistou adeptos na Europa, África, Américas Central e do Norte, bem como na Oceania e Ásia (veja todos os locais aqui). Apesar disso, as aulas ainda não chegaram à América do Sul – mas já estamos apostando que algum brasileiro irá investir na iniciativa em breve.

De acordo com um depoimento do instrutor de FloatFit Francesco Cappellini ao Telegraph, a prática tem um impacto mais baixo por ser realizada sobre a água, sendo perfeita para pessoas de meia idade. A atividade também melhora a postura e ajuda a desenvolver o equilíbrio e a coordenação motora.

Confere no vídeo abaixo o funcionamento de uma das aulas: