Milhares de fotos de Andy Warhol nunca antes vistas serão divulgadas pela primeira vez

Andy Warhol tinha uma companheira quase inseparável: sua câmera fotográfica. “Uma foto significa que eu sei onde estive a cada minuto. É por isso que eu fotografo”, dizia. Ele manteve o hábito de registrar suas atividades por pelo menos 15 anos.

Poucas das imagens registradas pelo artista são conhecidas do público, mas isso está prestes a mudar. A Fundação Andy Warhol decidiu divulgar mais de 100 mil delas, incluindo fotos que mostram a relação do norte-americano com outros artistas e celebridades, como Truman Capote, Jean-Michel Basquiat, Debbie Harry e Liza Minnelli, além de Jon Gould, namorado de Andy.

A Universidade de Stanford, que mantém um acervo de 3600 rolos com mais de 130 mil fotos, está preparando uma mostra, prevista para setembro. A Fundação também prevê o lançamento de um livro e um projeto online para divulgar as fotografias.

“É Warhol como nunca visto antes. Sua vida diária pode ser vista de um modo nunca antes possível”, disse Richard Meyer, professor de Stanford que tem acesso ao acervo. “Esses filmes não apenas oferecem novas visões sobre a vida e o trabalho de Andy, mas também sobre questões que o cercaram, motivaram e preocuparam durante sua última década”, completou.

A Fundação liberou algumas imagens para matar a curiosidade:

Jean-Michel Basquiat

Andy Warhol

Debbie Harry

Coleção de negativos

Fotos: Andy Warhol Foundation/fonte:via

O que afinal existe dentro do sorvete mais caro dos EUA que custa 1500 dólares por colher

Quanto você pagaria por um sorvete agora?

Talvez R$ 5, R$ 10, R$ 30… Mas será que toparia gastar cerca de R$ 5.800 por uma colher do doce?

Acredite ou não, é esse o preço do sorvete mais caro dos Estados Unidos.

O luxo comestível é encontrado no Baccarat Hotel New York e ganhou o nome de ‘Bear Extraordinaire’. No cardápio, a extravagância pode ser encontrada por um preço de US$ 1.500 (cerca de R$ 5.800).

A sobremesa trata-se de uma bola de sorvete feita com grãos de baunilha trazidos de Madagascar, revestida com uma casca de chocolate branco com desenhos feitos em manteiga de cacau colorida e decorados com molho de champanhe hibiscus, merengue cítrico, ouro comestível, folhas de prata e borboletas feitas em fondant de açúcar.

Sob o sorvete, uma cama de trufas pretas e creme de chocolate Manjari, além de nibs de cacau da marca Valrhona Gold.

Por sorte, não é só isso: depois de experimentar a delícia, os compradores também podem levar para casa o recipiente de cristal em formato de urso que o envolve. Numerado e com assinatura do designer responsável, o artefato é avaliado em US$ 1.200.

A delícia foi mostrada através do canal do Youtube da CNBC Make It. Vem ver!

Primo da Rainha Elizabeth II protagoniza primeiro casamento gay da realeza britânica

Aparentemente os que acreditavam em uma modernização da família real britânica estavam certos. Os primeiros indícios surgiram com o casamento entre o príncipe Harry e atriz Meghan Markle. Mulher negra, sem qualquer relação com a realeza, a norte-americana foi responsável por trazer a realeza britânica para o século 21.

Esta foi só a ponta do iceberg, pois no último fim de semana, Lorde Ivar Mountbatten consumou a união com James Coyle, companheiro de dois anos. O primo da Rainha Elizabeth II se revelou bissexual em 2016 e recebeu o apoio da então esposa de 16 anos de casamento.

A ex-mulher Ivar Penny compareceu ao casório acompanhada das filhas do casal. O registro da cerimônia foi compartilhado nas redes sociais do próprio Lorde Ivar. “Bem, finalmente conseguimos. Foi um lindo dia apesar do horrível clima britânico”.

O casamento contou com a presença do coral de professores de Bristol. “Mais importante, um enorme obrigado às minhas três maravilhosas meninas pela compreensão e apoio. Sem vocês nada disso teria acontecido. E finalmente, o maior obrigado a James por ser apenas perfeito”, disse o membro da família real britânica.  

Foto: Reprodução/fonte:via