Mergulhadores encontram lula gigantesca em uma praia da Nova Zelândia

Mergulhadores estavam dirigindo pela costa sul de Wellington, na Nova Zelândia, procurando um local agradável para pescar com lança, quando avistaram uma criatura impressionante na beira da praia.

Daniel, Jack e Matthew Aplin pararam o carro e deram uma olhada no animal. Era uma lula gigantesca, muito maior que qualquer um deles.

Os irmãos disseram que nunca tinham visto nada parecido. “Depois de mergulhar, voltamos [ao local], pegamos uma fita métrica e medimos 4,2 metros de comprimento”, Daniel contou ao portal New Zealand Herald.

Outro transeunte que mediu a criatura disse que ela tinha 4,5 metros.

Gigante por natureza

Daniel Aplin postou fotos da descoberta na página do Facebook “OCEAN HUNTER Spearfishing & Freediving Specialists”.

De acordo com um porta-voz do Departamento de Conservação da Nova Zelândia, o enorme animal é quase certamente uma lula-gigante (Architeuthis dux), não uma lula-colossal (Mesonychoteuthis hamiltoni).

A espécie é provavelmente o maior cefalópode conhecido no mundo, o maior molusco conhecido e, provavelmente, o maior invertebrado conhecido (a lula-colossal é a única outra espécie na briga).

Em média, lulas-gigantes variam de 3 a 9 metros de comprimento, embora possam atingir até 13 metros. Sua cabeça, corpo e tentáculos costumam pesar até 455 kg. Lulas-colossais têm mais de 10 metros.

Oportunidade de estudo

Os cientistas sabem muito pouco sobre essas espécies que vivem no fundo do mar, porque elas são raramente vistas. A maioria das observações vem de espécimes ocasionais que aparecem na costa, como neste caso, ou capturados acidentalmente por pescadores.

Os três irmãos entraram em contato com o Instituto Nacional de Pesquisa Aquática e Atmosférica da Nova Zelândia, que organizou a coleta da lula para análise.

fonte:via [ScienceAlert, LiveScience]

Foto x lugar: fotógrafo brasileiro surpreende a internet com os bastidores de seus ensaios

Toda vez que você achar algum trabalho fotográfico caro, dê uma olhada nas imagens abaixo.

Se você nunca refletiu sobre o tempo que leva para um profissional preparar uma fotografia para o olhar público, a série “Lugar x Foto” do brasileiro Gilmar Silva vai te dar uma boa noção.

O fotógrafo mostra os bastidores de seus ensaios, ou seja, o “ambiente de trabalho”, em comparação com o resultado final – muitas vezes difícil de acreditar.

O objetivo do projeto é mostrar a quantidade de edição que entra em jogo na hora de criar uma foto artística, mas também revelar a importância da escolha das técnicas e ângulos corretos. Nas mãos de um excelente profissional, qualquer cenário pode se tornar o dos seus sonhos.

Acesse o website e o perfil na rede social Instagram de Gilmar Silva, para conhecer mais sobre seu trabalho.

fonte:via [BoredPanda]