Eles criaram um poster deles mesmos para ensinar representatividade ao McDonald’s

Embora esteja em alta falar sobre representatividade, são poucas as empresas que ainda aplicam isso à sua estratégia de marketing.

O jovem Jevh Maravilla sentia esse incômodo ao reparar nas propagandas que estampavam as paredes de uma unidade do McDonald’s na cidade de Houston, nos Estados Unidos. Jevh é americano de origem filipina e percebeu que nenhum dos posteres nas paredes da lanchonete representava pessoas asiáticas – mas ele já tinha uma boa solução para esse problema…

Ao lado do amigo Christian Toledo, Jevh criou um poster falso para pendurar no local. Os dois posaram para uma foto como se fossem estudantes. Ao final, o jovem também editou a imagem para inserir elementos gráficos presentes em outros materiais de divulgação da empresa.

A parte mais difícil veio depois: colar o poster na parede. Jevh comprou um uniforme antigo do McDonald’s e fez um crachá falso da empresa, para passar desapercebido no dia da ação. Junto com mais duas amigas, os jovens penduraram disfarçadamente o poster na parede, em um horário de pouco movimento na loja.

Todo o processo foi gravado e mostrado em um vídeo do Youtube. Espia só o resultado:

Colado no dia 13 de julho, o cartaz continua na parede do restaurante, mostrando que os jovens conseguiram o que queriam: mais representatividade para pessoas asiáticas.

Genial, não acham?

Incríveis insetos 3D são o tema do trabalho deste artista de rua português

Muros e paredes vazias são excelentes espaços para que artistas mostrem seu talento e, deixem as cidades mais coloridas e interessantes, como Sergio Odeith – popularmente conhecido por Odeith, que é um grafiteiro português, mestre em fazer representações gigantes de insetos.

Nascido em Carcavelos, cidade muito próxima de Lisboa, ele começou a deixar suas marcas de grafite na cidade, em meados dos anos 1990, quando aproveitava muros vazios e trilhos de trem para arriscar-se no mundo da arte de rua.

O português, que já teve estúdio de tatuagem e morou quase uma década em Londres, já criou murais em grande escala para gigantes como Samsung, Coca-Cola e o time de futebol Benfica e, é mundialmente conhecido por suas composições em perspectiva.

Aproveitando de cantos que criam perfeitos ângulos em 90º, ele denomina sua própria arte de ‘sombra 3D’, que é uma mistura de técnica, ousadia e muita ilusão de ótica, transformando os espaços públicos em ambientes muito mais agradáveis e variados.

Fotos: Odeith /fonte:via