Este tatuador francês é o mestre do realismo em preto e cinza

O francês Eliot Kohek sempre gostou de desenhar, mas jamais teve educação formal ligada à arte. Nem tinha tanto interesse pela tatuagem até que, aos 19 anos, foi a um evento sobre o tema e descobriu que era aquilo que ele queria fazer pelo resto da vida.

Não demorou muito para ele se demitir do emprego e encontrar um tatuador que deixasse Eliot o observar trabalhando para pegar as manhas do negócio. Ele treinou os primeiros riscos em vários amigos que se dispuseram a ajudar, e logo se especializou no realismo feito apenas com tintas preta e cinza.

Em uma entrevista para o site francês Inkage, Eliot disse que o estilo hiper-realista o atraiu desde o início, porque é o “mais intrigante e que mais provoca reações nas pessoas”.

Ele já trabalha como tatuador há quase dez anos, e é capaz de criar obras tão incríveis que parecem que ganharão vida e saltarão da pele a qualquer momento.

Fotos: reprodução /fonte via

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s