É do Brasil: Escola na Amazônia disputa prêmio internacional de arquitetura

Um dos mais prestigiados prêmios de arquitetura do mundo, o Riba International Prize anunciou seus quatro finalistas para sua edição de 2018 – e entre eles está um prédio brasileiro. Mas não é qualquer prédio esperto em um centro urbano: trata-se de uma incrível escola na Amazônia, feita quase toda em madeira, no coração da floresta.

A escola atende à população local, e foi feita quase que inteiramente com madeira local reaproveitada, integrando o edifício ao cenário natural, promovendo a sustentabilidade econômica e ambiental. Dormitórios, salas, varandas e espaços comuns foram projetados tendo os próprios alunos como colaboradores, a fim de inclui-los como parte da escola desde o projeto original.

A escola da Fazenda Canuanã já existe há 44 anos, na Zona Rural de Formoso do Araguaia, a 320 km de Palmas, no Tocantis, mas o novo prédio transformou o local em um alojamento conhecido como Moradias Infantis.

No início do ano o prédio, projetado pelo arquiteto Marcelo Rosenbaum junto do escritório Aleph Zero Arquitetura, recebeu o prêmio de Melhor Edifício de Arquitetura Educacional do Mundo da Building of The Year Foto, e agora concorre a mais um prêmio. Seja qual for o resultado, para além da estonteante beleza e da preocupação com a região, oferecer um prédio funcional e de qualidade para que crianças possam estudar e até mesmo viver é a maior das conquistas. O resultado será anunciado ainda esse ano.

© fotos: reprodução /fonte via

Qual é a sua magia? Ilustradora cria as bruxas de cada signo

O mundo místico, seus ícones, arquétipos e mitologias anda em alta, e a ilustradora inglesa Nona misturou dois universos bastantes populares para explicar e potencializar tais lógicas: as bruxas e a astrologia. Para seu novo livro de ilustrações, Nona criou uma bruxa para cada signo – e transformou características dos signos em poderes mágicos das bruxas determinadas.

Assim, os geminianos viram a “Bruxa do Espaço”, os virginianos ganham a “Bruxa da Floresta”, para os librianos a “Bruxa da Música”, e assim sucessivamente. Junto com as bruxas, cada signo ganhou uma pequena explicação com um sentido mais aprofundado dos arquétipos sobre os quais ela se baseou para criar seus personagens.

Sua coleção de bruxas será reunida no livro “Horoscope Witches”, ou Bruxas do Horóscopo. Não é preciso ser um místico, acreditar ou mesmo se interessar por astrologia, no entanto, para gostar do trabalho de Nona: para além dos textos que se dobram sobre aspectos do comportamento humano em geral, as belíssimas ilustrações fazem de seu novo livro um verdadeiro trabalho de arte.

Aquário – A Bruxa da Tecnologia

Áries – A Bruxa do Sangue

Câncer – A Bruxa do Chá

Capricórnio – A Bruxa do Solo

Gêmeos – A Bruxa do Espaço

Sagitário – A Bruxa do Trovão

Escorpião – A Bruxa da Noite

Virgem – A Bruxa da Floresta

Touro – A Bruxa das Flores

Peixes – A Bruxa do Mar

Libra – A Bruxa da Música

Leão – A Bruxa da Lava

© arte: Nona /fonte via