Milionário japonês seleciona artistas para irem com ele à lua sem gastar nada

Elon Musk durante o comunicado nesta segunda-feira (Foto: Reprodução/YouTube)

Algumas vezes podemos nos esquecer, mas sim, estamos no futuro. A afirmação se comprova com os planos da SpaceX de levar oito artistas para a lua. De graça.

O anúncio da missão foi feito pelo milionário japonês Yusaku Maezawa, que marcou a viagem ao espaço para 2023. Logo ali. Os viajantes terão a chance de conhecer a lua de perto, entretanto, não há previsão de pouso no satélite natural.

Segundo Yusaku, que vai bancar o passeio com sua fortuna, os artistas selecionados devem usar a inspiração lunar para a produção de obras que vão ficar para a posteridade.

Elon Musk divulgou o protótipo do modelo que levará turistas à Lua (Foto: Divulgação)

“Se Pablo Picasso tivesse visto a lua de perto, que tipo de pinturas teria feito? Se John Lennon tivesse prestado atenção nas curvas da Terra, que tipo de músicas teria composto? Se eles tivessem ido ao espaço, como seria o mundo hoje?”, escreveu Maezawa no site do projeto Dear Moon (Querida lua, em inglês).

Por isso, ele está em busca de um dançarino, um estilista, um escritor, um escultor, um fotógrafo e um arquiteto. Os custos da empreitada não foram revelados, mas veículos da imprensa japonesa dizem que Yusaku possui uma fortuna equivalente a do presidente dos Estados Unidos Donald Trump.

A viagem para a lua será feita a bordo de uma nave reutilizável, que transportará os artistas durante uma semana. No período, eles vão dar voltas em torno da lua e depois retornar para a Terra.

Foto: Reprodução/fonte:via

Novo pigmento azul desenvolvido por cientistas traz mais vida a criações artísticas

Hypeness

Quando você achava que o mundo já tinha todas as cores que precisava, vêm os cientistas e criam um novo pigmento: o “Quantum Blue“.

Hypeness

Trata-se de um azul vivo feito de pontos quânticos que absorvem a luz azul.

Tudo começou como uma ideia da pintora Olga Alexopoulou, encarada como um desafio pelo Prof. Paul Alivisatos, uma das maiores autoridades na fabricação de nanocristais.

Hypeness

Com a ajuda de pesquisadores da Lawrence Berkeley National Laboratory e da especialista em cor Maria Chatzidakis, da University of West Attica, o pigmento se tornou realidade.

De aparência futurista o “Quantum Blue” brilha quando exposto à luz ultravioleta e é uma nova aposta em criações artísticas. Sua estreia foi feita pela própria Olga Alexopoulou, que usou o pigmento em uma pintura recente.

Espia só o debut da coloração no mundo das artes. Nada mal, não é mesmo?

Hypeness

Hypeness

Fotos: Olga Alexopoulou /fonte:via