Encontraram uma igreja de 16 mil anos submersa em lago na Turquia

A humanidade sempre nos surpreende. Nós temos o costume de exaltar a época em que vivemos, achando que somos responsáveis pelas melhores invenções, mas esta descoberta irá te deixar de queixo caído. Uma igreja datada de 390 d.C foi encontrada submersa no lago Iznik, na Turquia, pelo arqueólogo Mustafa Sahin, da Universidade BursaUludağ.

A equipe já procurava a estrutura desde 2014 e precisou usar uma técnica de aspiração para retirar a areia em torno, em busca de artefatos da época. Foi quando eles encontraram várias moedas que remetem aos imperadores romanos Valente e Valentiniano II que governaram entre 364 a 392 d.C., o que indica que a igreja tenha sido construída depois de 390 d.C.

Túmulos humanos também foram encontrados abaixo das paredes da basílica. A teoria do arqueólogo é de que esta imensa estrutura tenha sido construída em homenagem ao santo Neophytos do Chipre, que foi morto pelos romanos em 303 d.C. e que a igreja foi destruída devido a um terremoto, cerca de 400 anos após sua construção.

Se todas essas informações já são impressionantes por si só, a equipe afirmou que a igreja é apenas uma parte desta importante descoberta da história da humanidade. Eles acreditam que ela tenha sido construída em cima de um templo pagão dedicado ao deus grego Apolo, pois há registros de que o imperador Cómodo, que governou o império romano entre 180 e 192 d.C. construiu uma estrutura do tipo homenageando o deus naquela região! Incrível, não é mesmo?

Fotos: Mustafa Şahin/Lake Iznik Excavation Archive/fonte:via

Anúncios

Drag queens se mudam para asilo para alegrar a vida dos idosos

Alguns idosos costumam levar uma vida solitária, sobretudo aqueles que vivem em asilos. Mas, se depender da dupla de drag queens “Motel Sister”, daqui para frente as coisas serão mais divertidas, pelo menos para quem vive no Abel Tasman Village, um asilo em Sidney – na Austrália.

Liam Benson e Naomi Oliver – conhecidos como Tacky e Paris, passaram um mês inteiro vivendo na casa de repouso, resultado de uma ação sem fins lucrativos, que trouxe muito mais alegria e bons resultados para a saúde dos idosos.

Além de animadas festas de chá, os velhinhos tiveram aulas de zumba, sessões de aromaterapia, acesso a um spa completo e seus quartos transformados, tudo para que seus dias fossem mais completos e menos solitários, tudo isso pago pela associação australiana Information + Cultural Exchange.

O que pode parecer apenas um detalhe, fez toda a diferença na vida dos idosos, que ficaram muito menos agitados e tiveram a quantidade de remédio reduzida. Nosso estado de espírito influencia diretamente nossa saúde e com os idosos isso ainda é mais importante. É essencial que no fim da vida tenhamos momentos descontraídos: “Elas adicionaram um sopro de vida ao local”, disse um dos moradores da casa de repouso.

 

fonte:via