Casal de pinguins do mesmo sexo adota filhote abandonado

Uma briga entre um casal de pinguins gays, um bebê pinguim e seus pais, tomou conta do um zoológico de Odense, na Dinamarca.

A história começou assim, por causa do descuido dos pais, os pinguins gays resolveram adotar o bebê. Segundo a cuidadora Sandie Hedegard, isso aconteceu porque eles perceberam que o macho não estava tomando conta direito da cria.

“Esperava que os pais chegassem e exigissem seu filho de volta, mas o macho vagava como se não tivesse um filho, ainda que a fêmea parecesse procurá-lo um pouco”, explicou.

Por causa da pressão da fêmea, os dois vão atrás do filhote. No vídeo gravado pela cuidadora dos pinguins, é possível ver o casal gay tentando esconder o bebê pinguim, enquanto os pais biológicos tentam reavê-lo. Para intimidar, eles grasnam bem alto e agitam os corpos.

Para evitar que algo pior acontecesse, Sandie resolve intervir e devolveu o filhote aos pais. Preocupada com a perda do casal gay, ela os presenteou com o ovo de uma pinguim fêmea que não era capaz de chocá-lo. Assim, eles também vão ser papais.

Foto: Reprodução/fonte:via

Ex-vendedora de celular, top model maranhense conquista NY e Milão

modelo maranhense

A beleza singular e a elegância do alto de seus 1,80 m de altura já estavam lá, mas a realidade da maranhense Amira Pinheiro há alguns anos era radicalmente da que hoje vive: seu passado como vendedora de celulares e recepcionista em São Luís foi hoje substituído pelo protagonismo em algumas das principais passarelas da moda no mundo. Trabalhando hoje como modelo contratada da agência Way, Amira vem se destacando em trabalhos para as mais importantes marcas do universo fashion, em cenários como Nova York e Milão.

Amira Pinheiro modelo maranhense

Além de ter sido estrela da MAC Cosmetics, Amira já desfilou para grifes como Marc Jacobs, Ulla Johnson, Byblos e Oscar de La Renta. E esse é só o começo: com apenas 22 anos, a modelo maranhense ainda tem muito sucesso pela frente. Apesar da pouca idade, porém, o caminho até aqui já foi de muito trabalho e acumulo de experiência, conquistando seu espaço, segundo a própria, abraçando com toda força as oportunidades que apareceram.

Amira afirma que nunca sonhou em ser modelo, mas que sempre procurou trabalhar para encontrar meios que a permitisse alcançar seus objetivos. Inspirando-se e nomes como Gigi Hadid e Gisele Bündchen, Amira vê a desconstrução dos padrões e a presença maior de modelos negras como algo natural – um processo no qual as pessoas passam a ser reconhecidas por suas capacidades antes de tudo.

© fotos: reprodução fonte:via