Perfil do Instagram reúne lindas pinturas com os temas ‘mulher’ e ‘natureza’

https://www.hypeness.com.br/wp-content/uploads/2018/09/Captura-de-Tela-2018-09-26-a%CC%80s-22.15.35.png

Desde a pré-história a mulher é representada pela arte, carregando arquétipos e características que foram se transformando ao longo do tempo. Descobrimos um perfil no Instagram que diariamente posta mulheres retratadas pelos mais diferentes artistas, em diferentes períodos históricos. Com uma curadoria incrível, o Paintings Daily é uma verdadeira homenagem à figura feminina e à natureza.

De clássicos como Monet e Caravaggio, até obras contemporâneas e quadros clássicos da Frida, entrar neste Instagram é mergulhar no mundo das artes e das cores e, aprender sobre os mais diferentes estilos artísticos. Um verdadeiro deleite para os olhos!

Fotos: Paintings Daily /fonte:via

Anúncios

Plantio tradicional de quilombolas se torna patrimônio cultural do país

Saber valorizar nossa própria cultura e reconhecer o que temos de bom é essencial para a construção de uma nação mais justa e preocupada com sua história. Nesta semana já demos um passo importante, quando a literatura de cordel foi declarada Patrimônio Cultural do Brasil e, agora podemos comemorar mais uma vez, já que o sistema tradicional agrícola da região do Vale do Ribeira – São Paulo, foi reconhecido como como Patrimônio Cultural do Brasil pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

As comunidades quilombolas são formadas predominantemente por negros, descendentes ou ex escravizados, que vivem em um sistema rural, dependem da terra para seu próprio sustento e valorizam muito a ancestralidade, tradições e práticas culturais próprias. Neste aspecto, reconhecer este sistema ancestral de agricultura é também valorizar pessoas que sempre habitaram nessas terras.

Estima-se que hoje existam cerca de 88 comunidades quilombolas na região do Vale do Ribeira, onde está os 7% que ainda restam da Mata Atlântica. Ivy Wies, assessora técnica do Instituto Socioambiental (ISA), afirma que isso dará segurança aos órgãos governamentais em relação à autorização ao plantio nessas terras, valorizando a alimentação saudável que este sistema oferece.

O Brasil é campeão mundial no consumo dos agrotóxicos, portanto declarar este tipo de agricultura patrimônio cultural do Brasil, é uma luz no fim do túnel, para que a gente volte a repensar a alimentação dos brasileiros, já que terra e diversidade é o que não faltam. O sistema de agricultura quilombola é baseado na permacultura, que não permite apenas uma alimentação balanceada e sustentável, como garante o sustento dessas pessoas e mantém o solo da região saudável, o que não acontece no sistema industrial.

Foto 1 e 3: Unsplash

Foto 2: reprodução Incra/fonte:via