Golfinho abandonado em aquário fechado há meses gera mobilização na internet

O Inubosaki Marine Park Aquarium, em Choshi, no Japão, fechou as portas em janeiro deste ano devido ao declínio no número de visitantes.

Entretanto, o ativista Sachiko Azuma descobriu que, um mês após o fechamento do aquário, os animais ainda continuavam no local. A partir dessa informação, ele buscou conhecer mais da realidade do espaço e mobilizar a internet para que os animais tenhm um destino digno.

O caso mais impactante é o de um golfinho chamado Honey, que permanece sozinho em uma piscina abandonada. Além dele, dezenas de pinguins-de-humboldt aguardam uma nova chance.

Imagem relacionada

Embora estejam sendo alimentados regularmente, o golfinho já apresenta sinais de estresse devido à solidão, bem como queimaduras de sol durante o verão; enquanto o local de confinamento dos pinguins está desmoronado e eles permanecem entre os detritos. Há ainda centenas de peixes e répteis dentro do antigo parque.

Sachiko denuncia o descaso com os animais desde março deste ano, tendo sido ouvido pela imprensa internacional. A PEACE, organização de defesa dos animais com a qual trabalha, incitou a comunidade a enviar cartões postais pedindo providência às autoridades locais. Estas, no entanto, alegam não ser responsáveis pelo caso, visto que o aquário era de propriedade privada.

Um vídeo feito por ativistas mostra o golfinho nadando sozinho em um parque completamente abandonado:

https://player.vimeo.com/video/291921695

Duas iniciativas online já foram criadas pedindo a soltura de Honey, mas até agora nada foi feito. Para apoiá-las, assine a petição no Change.Org ou contribua para a campanha de financiamento lançada através da plataforma GoFundMe, cujo objetivo é comprar os animais para então transferi-los a um santuário.

Fotos: Reprodução Vimeo/fonte:via

Golden salva vida de bebê coala e surpreende dono com show de fofura

Poucos países possuem uma fauna e uma flora tão diversa e animada quanto a Austrália. Por lá, não é de se espantar que, em uma súbita manhã fria, seu cachorro amanheça na varanda com um filhote de coala deitado sobre seu pelo para se aquecer. Foi o que aconteceu com Kerry McKinnon, na cidade de Strathdownie, quando, logo pela manhã viu sua Golden Retriver chamada Asha deitada, servindo de cama, abrigo e cobertor para um pequeno coala.

“Ela ficava olhando para o coala, mas sem tentar tira-lo de cima dela ou coisa assim. Ela estava feliz em deixa-lo se aconchegar nela”, disse Kerry. Como o pequeno urso foi parar nas costas de Asha é ainda um mistério, mas a teoria mais provável e de que ele tenha, de alguma forma, se separado de sua mãe – e que Asha o tenha salvado do frio ou de outros animais. “Acho que cães possuem esse instinto de proteção”, disse Kerry. “O coala não queria sair das costas de Asha”.

O animal foi levado a um veterinário, que viu que estava tudo bem, para em seguida ser solto de novo na natureza. Foi, segundo Kerry, algo realmente incrível de se ver – e, ao mesmo tempo, bastante típico da Austrália.

© fotos: reprodução/fonte:via