Primeiro desenho animado totalmente em Libras é lançado no Youtube

Crianças surdas têm as mesmas necessidades do que as ouvintes. E, entre essas necessidades, está a do entretenimento e da representatividade.

Uma iniciativa simples busca oferecer essa oportunidade aos pequenos que não escutam, ao lançar o primeiro desenho animado totalmente em libras no Youtube. “Min e as Mãozinhas” é uma animação voltada para crianças surdas entre três e seis anos de idade.

A ideia partiu de Paulo Henrique dos Santos, que trabalha com animação há cerca de sete anos. Ele desenvolveu o episódio piloto sem nenhum tipo de patrocínio. Lançado no dia 26 de setembro, o vídeo já conquistou mais de 500 comentários. Muitas das mensagens são agradecimentos escritos por pais e mães de crianças surdas, que se encantaram com a proposta.

Se conseguir verba, Paulo pretende lançar mais 13 episódios para a primeira temporada da produção. Para isso, lançou uma campanha de financiamento através do site Apoia.se, onde podem ser realizadas doações a partir de R$ 10.

Cada capítulo ensina cinco sinais diferentes em libras, que prometem entreter os pequenos que não escutam. Para assistir ao episódio piloto, dá o play no vídeo abaixo – e não esquece de seguir o canal da Min e as Mãozinhas no Youtube.

Fotos: Reprodução Youtube/fonte:via

Ex-vendedora de trufas fica milionária com negócio de lancheiras saudáveis

Visão empreendedora foi tudo o que a ex-vendedora de trufas e assistente social Larissa Souza precisou para construir um negócio milionário.

Sua trajetória no mundo dos negócios começou quando ela ainda revendia cosméticos e conheceu uma menina que fazia trufas para vender. Logo, trocou a área da beleza pela de alimentação e passou a revender os doces.

Anos depois, com duas filhas, Larissa dividia seu tempo entre as meninas e dois empregos, em Rondônia. Entre um trabalho e outro, passava em casa para preparar o lanche das crianças e, assim, permitir que elas tivessem uma alimentação balanceada.

Além da falta de tempo, ela esbarrava na falta de opções de lanches saudáveis. Foi quando decidiu conversar com outros pais para saber como eles faziam. A surpresa foi perceber que grande parte das famílias enviava lanches industrializados para seus filhos – mas Larissa estava disposta a mudar isso.

Três meses depois, ela pedia demissão de seu emprego para lançar a empresa Snack Saudável. As lancheiras das crianças eram produzidas por ela e entregues durante o intervalo da escola, sempre frescas. Embora embalados, os lanches fugiam do industrializado e traziam alimentos como frutas, sucos naturais e até bolos caseiros ou sanduíches.

Em uma semana, o negócio já havia acumulado seus primeiros 60 clientes – e o primeiro mês contou com 1.400 lanches vendidos. Após o primeiro ano de atuação, surgiu a oportunidade de expandir o modelo e transformá-lo em uma franquia.

Hoje, a Snack Saudável já conta com 29 lojas em nove estados brasileiros. O faturamento em 2017 bateu a casa de R$ 1 milhão, com um total de 70 mil lanches produzidos, mostrando que é possível sim impactar positivamente a vida das crianças e ainda lucrar com isso.

Fotos: reprodução/fonte:via