Conheça Jenny Saville, a nova artista mulher mais cara do mundo

Aos 48 anos, a pintora britânica Jenny Saville acaba de vender o quadro mais caro de uma artista mulher viva. Trata-se de “Propped”, que em tradução livre significa algo como “apoiado”, um retrato de uma mulher nua, vendido em leilão por 9.5 milhões de libras – cerca de 47 milhões de reais. A pintura em óleo foi vendida na casa de leilão Sotheby’s, e como é costume nas obras de Saville, mostra uma versão um tanto grotesca do corpo humano.

“Eu pinto a carne pois sou humana”, diz Saville. “Se você trabalha com tinta óleo, como eu, acontece naturalmente. O corpo é a coisa mais linda para se pintar”. Ligada ao grupo conhecido como Young British Artists, de nomes como Sarah Lucas e Damien Hirst, que surgiu com força na cena britânica dos anos 1990, seu olhar sobre o corpo humano, sempre retratado em desproporções e deformações de imensa força simbólica, faz com que Saville seja colocada na tradição de pintores como Lucian Freud.

 

O quadro “Propped” seria uma reconstrução de sua imagem no espelho, como uma crítica às convenções de beleza e de tamanhos do corpo.

Ainda que o momento seja definitivamente positivo para artistas mulheres no mundo da arte, a comparação do valor pago pelo quadro de Saville como o mais alto preço de uma obra feita por uma mulher viva é muito reduzido diante da obra mais cara de um artista homem vivo: pela escultura “Balloon Dog”, de Jeff Koons, o leilão alcançou em 2013 o valor de 36.8 milhões de libras – o equivalente a cerca de 183 milhões de reais.

© fotos: reprodução/fonte:via

Sonhar em sair viajando sem destino em uma van? Então se inspire nesse Instagram

Largar tudo, encher uma van com somente o fundamental, pegar a estrada e viajar sem destino é o sonho de muitos e a realização, no entanto, de poucos. As dificuldades financeiras, os compromissos, os perrengues possíveis e todas as adversidades que tal aventura pode trazer costumam embarreirar esse sonho, e o perfil Project Van Life, ou Projeto Vida na Van (em tradução livre) posta fotos no Instagram para justamente manter acesa a chama de quem deseja viver na estrada.

A ideia é inspirar os nômades a viver essa vida na van, e mostrar as maravilhas e durezas de topar fazer da vida essa aventura. Trata-se de uma verdadeira comunidade de nômades, representada pelas belas fotos que ilustram a conta, e que nos provocam a botar o pé na estrada sem hora pra voltar nem lugar pra chegar.

© fotos: Instagram/fonte:via