Com maior ciclovia suspensa do mundo, China se abre para desenvolvimento sustentável

Resultado de imagem para Com maior ciclovia suspensa do mundo, China se abre para desenvolvimento sustentável

Por muito tempo, a China colocou o crescimento econômico à frente do meio ambiente. Com isso, o país asiático se transformou em um dos grandes responsáveis pelo aumento nos índices de poluição no planeta.

Mas, a partir de 2014 tudo mudou e desde então, a China corre atrás do prejuízo e tenta se equilibrar em uma filosofia que contempla o desenvolvimento sustentável. “Vamos declarar guerra à poluição, assim como declaramos guerra à pobreza”, declarou o primeiro-ministro Li Keqiang.

Em fevereiro, a cidade de Xiamen inaugurou a primeira ciclovia elevada da China. Com oito quilômetros de extensão, a construção se tornou a maior ciclovia elevada do mundo.

Resultado de imagem para Com maior ciclovia suspensa do mundo, China se abre para desenvolvimento sustentável

O processo foi impulsionado pelo governo municipal de Xiamen, que pretende oferecer aos cidadãos opções saudáveis de deslocamento, que contribuem para a diminuição dos congestionamentos e a melhoria do ar.

Abraçando conceitos que estimulam a integração entre bicicletas e transporte público, a ciclovia apresenta 13 conexões ao longo do trajeto. Com isso, os moradores de Xiamen podem desembarcar em três centros financeiros e cinco bairros residenciais.

Imagem relacionada

Importante ressaltar que 11 destes centros de intermodalidade estão no trajeto dos ônibus BRT. As outras duas se encontram com o metrô. Espera-se que 3,5 milhões de pessoas utilizem a ciclovia entre às 6h30 e 22h30.

O projeto foi desenvolvido pelo escritório dinamarquês Dissing + Weitling, responsável também pela passarela Bicycle Snake, inaugurada em 2014, em Copenhague. A ideia, segundo os designers, é propor “uma visão que inspira as pessoas a priorizarem as alternativas sustentáveis, como a bicicleta, em vez do automóvel.”

Fotos: Reprodução/fonte:via

Simone Biles completa movimento mais difícil da ginástica e inédito entre mulheres

Simone Biles tem apenas 22 anos, mas certamente já está entre os maiores nomes da história do esporte mundial.

A norte-americana, que recentemente esteve entre as 100 mulheres mais influentes do mundo de acordo com a BBC, deixou o mundo da ginástica de boca aberta.

Maior vencedora de mundiais da história da ginástica dos EUA, Biles completou um movimento até aqui apenas realizado por homens. Simone completou com maestria o Cheng, manobra criada em homenagem ao ginasta chinês Cheng Fei.

A manobra é considerada uma das mais difíceis da ginástica artística e como se isso não bastasse, Simone Biles adicionou mais uma pirueta. As pessoas já estão em campanha para que o movimento seja rebatizado com o nome de Simone Biles para o Mundial do Qatar, em novembro.

Simone Biles venceu sua primeira medalha de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. Desde então, a internet criou a hashtag #SimoneThings, que acumula todos os feitos históricos da esportista norte-americana.

Além de exemplo para mulheres negras dentro do tablado, Biles foi uma das vozes fortes entoadas contra Larry Nassar. Em janeiro de 2018, ela disse ter sido abusada sexualmente pelo ex-técnico da equipe norte-americana. O posicionamento de figuras como Simone Biles contribuiu para Nassar ter sido condenado a cumprir 60 anos de prisão.

Foto: Reprodução/fonte:via