Grupo de estudantes cria incríveis desenhos em lousas da escola – que os professores depois apagam

Um grupo de estudantes intitulado Illusdreamer, da escola Senegal High School, em Hong Kong, vem demonstrando um incrível talento para o desenho em giz. Usando as próprias lousas da escola como base, o grupo cria imensos e espetacularmente detalhados desenhos, quase sempre usando seus personagens favoritos de desenhos animados e quadrinhos.

Um grupo de estudantes intitulado Illusdreamer, da escola Senegal High School, em Hong Kong, vem demonstrando um incrível talento para o desenho em giz. Usando as próprias lousas da escola como base, o grupo cria imensos e espetacularmente detalhados desenhos, quase sempre usando seus personagens favoritos de desenhos animados e quadrinhos.

É incrível acompanhar, na conta do grupo no Instagram, o processo de feitura e o resultado final dos desenhos sobre as lousas. Trata-se, porém, de uma arte temporária, que traz toda uma camada de sofrimento envolvido.

É impossível, afinal, não arregalar os olhos e sentir uma dor física diante da imagem dos professores tendo que apagar os desenhos para que as aulas possam começar.

© fotos: Instagram/Illusdreamer/fonte:via

Anúncios

‘Pikachu’ da vida real é a coisa mais linda que você verá hoje

Tivemos primeiro a notícia do lançamento do filme em live-action da franquia de Pokémon. É o bastante? Nada disso, surgiu nas redes sociais uma fotografia das mais  Fofas De 2018 de um Pikachu da vida real.

Trata-se de um filhote de marsupial com uma rara coloração amarelada. O que nos faz lembrar ainda mais o Pokémon companheiro de aventuras de Ash. O bichinho foi encontrado em Melbourne, na Austrália.

Mas não é a coisa mais fofa do mundo?

É uma fêmea de cinco meses de idade e provavelmente se perdeu da mãe, já que estava sozinha quando foi resgatada pelo veterinários, que a levaram para passar por exames em uma clínica.

O nosso Pikachu é chamado também de gambá de rabo de andorinha. O animal é encontrado com facilidade na Austrália e vive em bosques, onde se alimenta de eucaliptos, sobretudo durante a noite. Sua parte preferida do dia. A cor amarelada se dá por uma mutação genética que impede a produção de melanina.

O animal é super comum na Austrália e prefere sair de noite para comer eucaliptos

De acordo com os veterinários, o marsupial estava estressado por causa da separação. Agora, ela vai ser cuidada por um tratador especializado em vida selvagem para saber se pode ou não voltar à natureza. Do contrário, Pikachu viverá em uma espécie de santuário “para que ele possa viver uma vida longa e feliz”, diz o veterinário.

Fotos: Divulgação/Boronia Veterinary Clinic and Animal Hospital
/fonte:via