Aos 10 anos, este labrador se tornou pai adotivo de nove patinhos filhotes

Com 10 anos de idade, o labrador Fred mostrou que sempre é possível aprender novos truques.

Quando a equipe do Mountfitchet Castle, onde vive, encontrou nove patinhos abandonados, o cachorro logo se prontificou a adotá-los. Jeremy Goldsmith, diretor do castelo, contou ao Daily Mail que os funcionários do local sabiam que a mãe pato estava fazendo um ninho. Porém, quando os patinhos apareceram, não foi mais possível encontrá-la. A equipe acredita que o animal possa ter sido alvo de uma raposa.

Os patinhos absolutamente adoram Fred e ele agora se aposentou para cuidar dos nove bebês em casa. Eles estão ficando muito travessos e inclusive pegando carona nas suas costas e o seguindo até a água para nadar no fosso do castelo“, informa uma nota publicada no site da atração.

Mountfitchet Castle é um castelo de mota turístico localizado em Stansted, no Reino Unido. O local recria uma vila medieval e conta com diversos animais resgatados – entre eles, Fred e seus nove patinhos.

Fotos: Divulgação Mountfitchet Castle fonte:via

Projeto capacita mulheres de baixa renda em serviços de construção para promover autonomia






Após uma pesquisa feita para o mestrado, a arquiteta Carina Guedes, de Belo Horizonte, teve a ideia de criar o projeto Arquitetura na Periferia, com o objetivo de capacitar mulheres de baixa renda a construírem ou reformarem a própria casa.

Primeiro, as alunas passam por um processo onde são apresentadas as práticas e técnicas de projeto e planejamento de obras. Todas recebem um kit contendo trena, prancheta, lápis, papel branco, um roteiro de trabalho e uma máquina fotográfica, entre outros itens.

Após essa etapa, as moradoras recebem incentivo através de um microfinanciamento, para que assim possam construir ou reformar com autonomia e sem desperdícios as próprias casas. “Ao invés de oferecer um produto, buscamos favorecer a autonomia das participantes, ampliando sua capacidade de análise, discussão, prospecção, planejamento e cooperação, o que por fim leva a um aumento de sua autoestima e confiança”, diz o site do projeto.

O Arquitetura na Periferia funciona com o apoio da comunidade, através de doações feitas no Abrace o Brasil, campanha da BrazilFoundation para arrecadar fundos para projetos e causas sociais. Para ajudar, é só entrar aqui.

Imagens © Reprodução Facebook /fonte:via