2BOATS: o laboratório fotográfico portátil que está percorrendo toda a Europa



2boats 5




As pessoas estão desistindo cada vez mais de trabalhar em escritórios tradicionais e começando a ressignificar o conceito de trabalho. As novas tecnologias facilitam muito a criação de espaços experimentais, como os laboratórios portáteis de fotografia, como o 2BOATS, criado pelos fotógrafos Claudius Schulze e Maciej Markowicz.

2boats 1

O estúdio flutuante foi construído pelos próprios artistas, para abrigá-los enquanto viajam pela Europa. Dividido em 2 barcos, o primeiro funciona como uma sala de workshops, onde eles discutem, recebem alunos e guardam seus materiais. Já o segundo, apelidado de Obscuraboat, funciona como uma câmara escura funcional e abriga a coleção de fotografia dos jovens criativos.

2boats 2

A iniciativa faz parte do ‘Projeto Übermut’, da visitBerlin e Hamburg Marketing, financiada pelo Ministério das Relações Exteriores da Alemanha. Desde que embarcou em sua viagem, a dupla vem participando de feiras de fotografia, como a Unseen Photo Fair de Amsterdã e a Paris Photo. Depois de meses de movimento, a 2BOATS completará sua jornada na Trienal de Fotografia de Hamburgo em junho. Que projeto maravilhoso!

2boats 4
2boats 5
2boats 6
2boats 7
2boats 8

Fotos: 2BOATS fonte:via

Refugiados no Brasil ensinam idiomas e criam intercâmbio cultural com os locais






Estar longe de casa não é nada fácil, ainda mais quando se está em fuga devido conflitos, miséria e demais problemas em seu próprio país. Visando acolher e ainda oferecer uma atividade que beneficie a todos, o Abraço Cultural é um curso de idiomas ministrado por refugiados de vários países, com objetivo de promover a troca de experiências, inserção no mercado de trabalho, geração de renda e valorização pessoal e cultural dos professores.

A ideia inteligente, desenhada pela plataforma social atados, já cruza fronteiras e barreiras em suas raízes, gerando para os alunos, além do aprendizado de uma nova língua, a quebra de barreiras culturais e proporcionando aos refugiados novas experiências com a comunidade local, valorizando as diferenças.

Em 2016, a iniciativa desembarcou no Rio de Janeiro. São duas unidades com vagas para os cursos de inglês, francês, espanhol e árabe. Você pode optar pelo formato intensivo ou extensivo.

Milhares de pessoas foram formadas pelo curso, que agora está no RJ

O intensivo acontece em janeiro e junho. A duração é de um mês, com quatro aulas de duas horas cada por semana. O extensivo está disponível de março a junho e de agosto a dezembro. São quatro meses de curso, com duas aulas de 1h30 por semana.

O programa prevê ainda aulas culturais. Oportunidade para aprender mais sobre culinária, dança, literatura, cinema, curiosidades, política e história de um país diferente. Elas ocorrem em duas oportunidades no curso intensivo e uma vez por mês no extensivo.

Construção coletiva do saber

Somados, São Paulo e Rio de Janeiro despertaram o interesse de mais de 3.500 estudantes. Mais de 90 refugiados foram capacitados. O esforço coletivo rendeu R$ 2,5 milhões de reais de renda para refugiados.

Mais informações também no Abraço Cultural.

E-mail: contato@abracocultural.com.br

Fotos: Divulgação / fonte:via