Arqueólogos encontram 20 sarcófagos antigos perto de Luxor, no Egito

Arqueólogos encontraram mais de 20 caixões antigos de madeira, ainda coloridos, na necrópole de Asasif, em Tebas, na margem oeste do rio Nilo, próximos à cidade de Luxor, no Egito.

Os caixões estavam posicionados em duas camadas, com a camada de cima cruzando a de baixo.

18ª dinastia

A descoberta é muito importante. A maioria dos caixões em Asasif, localizado próximo ao Vale dos Reis, são de 664 a 332 aC, chamado de “Período Tardio do Antigo Egito”.

Estes, no entanto, parecem ser do início da 18ª dinastia egípcia, entre 1550 e 1292 aC. Essa época representa os primeiros anos do Novo Reino e inclui faraós famosos como Amósis, Hatexepsute, Tutemés III, Amenófis III, Aquenáton e Tutancâmon.

Pouco tempo atrás, o Ministério de Antiguidades egípcio anunciou a descoberta de uma antiga “área industrial” no Vale do Oeste de Luxor, contendo “casas para armazenamento e limpeza de móveis funerários, com muitos objetos de cerâmica datados da 18ª dinastia”.

Mais informações devem ser reveladas ao longo das próximas semanas, conforme os pesquisadores examinarem as tumbas.fonte:via [BBC]

É assim que os pássaros veem o mundo em comparação aos seres humanos

O termo “visão de águia” não existe à toa. O reino animal é muito diverso no que diz respeito às habilidades de visão, mas os pássaros são criaturas bastante especiais nesse sentido.

Ainda que cada ave tenha características e maneiras diferentes de trabalhar suas sensações, no geral, a visão desses animais é superior do que a dos seres humanos, especialmente no que diz respeito a cores.

Por exemplo, você sabia que os pombos são os melhores detectores de cores em todo o reino animal, tanto que já foram usados para missões de busca e resgate?

De forma ampla, o gráfico abaixo compara a faixa espectral da visão humana versus a dos pássaros.

Como estes são tetracromatas, veem quatro cores: azul, verde, vermelho e ultravioleta. Nós, como tricromatas, ficamos sem o UV. Por consequência, quando aves e humanos olham para a mesma coisa, podem enxergar diferente. Por exemplo:

Vale notar que as imagens ilustrativas deste artigo servem ao propósito de destacar as diferenças de visão entre aves e humanos; sendo assim, a cor magenta escolhida para representar o ultravioleta é “falsa”, uma vez que por definição a luz UV não tem cor.

Os pássaros podem ser bem mais coloridos do que você imagina

Um estudo conduzido pelo ornitologista Joe Smith mostrou como a habilidade de ver todo um espectro diferente de cores invisíveis a nós impacta a vida desses animais.

Em 2007, ele analisou 166 espécies de aves canoras norte-americanas que não pareciam ter diferença de cor entre os sexos. Da nossa perspectiva, em 92% das espécies, machos e fêmeas eram idênticos.

Os resultados da pesquisa, no entanto, mostraram que os pássaros enxergavam sim diferenças entre os gêneros. Por exemplo, enquanto o macho da espécie Icteria virens tem um peito amarelo muito óbvio tanto para nós quanto para os próprios pássaros, estes também veem penas ultravioletas que os diferenciam das fêmeas I. virens.

Isso ficou provado quando os pesquisadores colocaram animais taxidermizados no habitat selvagem dos pássaros, e os machos continuaram agindo normalmente, rivalizando com os machos e cortejando as fêmeas, como se estivessem vendo algo que os pesquisadores certamente não viam.

Incrível, não?fonte:via [BoredPanda]