Fotos preciosas do que acontece na natureza quando ninguém está por perto

O fotógrafo holandês Dick van Duijn é muito popular nas redes sociais, e por um excelente motivo: fotos de esquilos cheirando flores.

“Vi fotos desses animais fofos de outros fotógrafos e queria fotografá-los também. Como gosto de flores e animais, tentei combiná-los. Estou sempre procurando maneiras de capturar a natureza da forma menos afetada possível”, contou ao The Bored Panda.

Esquilos são modelos fotográficos fáceis, o artista esclareceu, embora seja necessário tempo e paciência para clicar um cheirando flores no momento certo.

Com um pouco mais de experiência, entretanto, van Duijn se aventurou por mais regiões de seu próprio país, a Holanda, bem como outros países, fotografando de raposas a tigres. Suas fotos são tão incríveis que ele certamente merece todos os 187 mil seguidores que possui no Instagram.

Confira alguns de seus cliques mais emocionantes, que capturam a vida selvagem em seus momentos mais puros e naturais:

Para saber mais do trabalho de van Duijn, acesse seu website. fonte:via[TheBoredPanda]

Pesquisadores descobrem que os esqueletos conhecidos como “Amantes de Modena” são ambos homens

Dois esqueletos encontrados de mãos dadas em uma cidade italiana foram apelidados de “Amantes de Modena”. Agora, pesquisadores da Universidade de Bolonha (Itália) descobriram que ambos são homens.

O relacionamento entre eles, no entanto, não é certo. Por enquanto, nada indica que eram de fato amantes, além do fato de terem sido intencionalmente enterrados juntos e com as mãos dadas.

Os ossos dos indivíduos datam do século IV a VI dC.

Práticas funerárias

O achado é de 2009, mas na época os arqueólogos não puderam determinar o sexo dos esqueletos, que estavam mal preservados.

Usando uma nova técnica, que analisa a proteína do esmalte dos dentes dos esqueletos, os cientistas concluíram recentemente que se tratam de dois homens.

Além de amantes, os esqueletos podem ter sido irmãos, primos ou soldados companheiros de batalha. O cemitério onde foram encontrados é possivelmente um cemitério de guerra.

Os pesquisadores pretendem utilizar as últimas informações coletadas para tentar compreender melhor as práticas funerárias do período nessa região. fonte:via [BBC]