Descobrimos como as bizarras bocas das formigas do inferno pré-históricas funcionam

formiga-diabo pré-histórica

Uma linhagem extinta há tempos, nomeada afetuosamente de “formiga do inferno” ou “formiga-diabo”, foi encontrada presa em âmbar há 99 milhões de anos atrás, com sua mandíbula em formato de foice agarrada firme na presa.

No estudo publicado na revista Current Biology pesquisadores afirmam que o animal é uma espécie conhecida anteriormente de formiga da pré-história, nomeada Ceratomyrmex ellenberger. O fato inédito é que nunca a observamos no instante em que agarrava sua presa, outro inseto já extinto primo das baratas.

Achado extremamente raro

“Comportamento fossilizado é extremamente raro, especialmente a predação. Como paleontólogos, especulamos sobre a função de antigas adaptações usando as evidências disponíveis, mas ver um predador extinto preso no ato de capturar sua presa é inestimável”, afirmou Phillip Barden, do New Jersey Institute of Technology (NJIT, EUA), estudioso da evolução dos animais sociais, de acordo com o portal Science Alert.

A formiga do infernoCeratomyrmex ellenbergeri capturando uma ninfa de Caputoraptor elegans (Alienoptera) preservados em âmbar de cerca de 99 milhões de anos. Crédito: Barden et al., Current Biology, 2020

Formigas tem uma diversidade inigualável com mais de 12,5 mil espécies já catalogadas e suspeitas de que ainda existam mais 10 mil espécies desconhecidas pela ciência.

A variedade destes animais é incrível e, ainda assim, aquelas que conhecemos são extremamente diferentes das formigas encontradas presas em âmbar na França, Mianmar e Canadá.

As bocas bizarras da formiga do inferno

De acordo com o cientista as bocas das formigas do inferno são tão distintas que não existe nada parecido nos insetos atuais. O exemplar recém descoberto movia a mandíbula inferior para cima para prender sua caça contra a pá, em formato de chifre, superior.

Espécies diferentes de formigas do inferno encontradas anteriormente também possuem o “chifre” que os especialistas imaginavam que poderia funcionar como uma pinça. Mas o fóssil recente é uma prova singular dessa suspeita.

formigas do inferno ilustracao 3d
Ilustração em 3D da peculiar cabeça da formiga do inferno. Crédito: Barden et al., Current Biology, 2020

As formigas vivas atualmente tem uma mandíbula muito distinta que tem movimento no eixo horizontal e não vertical, assim como praticamente todos os hexápodes.

“Desde que a primeira formiga do inferno foi desenterrada cerca de cem anos atrás, é um mistério o motivo pelo qual esses animais extintos são tão distintos das formigas que temos hoje”, afirmou Barden .

Mecanismo revelado

“Este fóssil revela o mecanismo por trás do que podemos chamar de ‘experimento evolutivo’ e, embora vejamos vários desses experimentos no registro fóssil, muitas vezes não temos uma imagem clara do caminho evolutivo que levou a eles.”

formiga do inferno ilustração lateral
Uma ilustração da aparência lateral da formiga do inferno. Crédito: Barden et al., Current Biology, 2020

As formigas do inferno, em realidade, vieram antes do ancestral mais comum de todas as formigas modernas e, ainda assim, tinham uma grande diversidade.

Espécies diferentes de formigas pré-históricas descobertas presas em âmbar possuem dispositivos pontiagudos em suas bocas, possivelmente utilizados com o propósito de extrair sangue das presas.

As formigas atuais não são nada parecidas com isso. Suas bocas são voltadas para a frente, portanto suas cabeças são paralelas ao chão apesar de terem grande mobilidade e conseguirem olhar ao redor.

A formiga do inferno não conseguia mexer a cabeça dessa maneira, possivelmente pegavam as presas com a cabeça voltada pra baixo.

formiga do inferno ou formiga-diabo pre historica ilustração
Uma ilustração simples da formiga do inferno comendo. Crédito: Barden et al., Current Biology, 2020 fonte:via

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s