Este escultor é especialista em criar mesas funcionais e que também são obras de arte

O artista plástico norte-americano Michael Beitz é especialista em criar esculturas bizarras, mas ao mesmo tempo funcionais e capazes de fazer refletir sobre como o design de móveis é capaz de influenciar a maneira como as pessoas interagem entre si.

Além de um interesse por manipular a anatomia, ele se especializou em criar mesas um tanto surrealistas, mas que convidam para sentar e bater um papo com alguém.

Sua inspiração vem das “funções sociais, pessoas e materiais da mobília”, um dos temas preferidos de Michael, que desenhou a maioria das peças anos atrás, enquanto fazia um curso de Arte Contemporânea. Desde então, ele tem explorado diferentes materiais para tornar os projetos realidade.

Fotos © Michael Beitz/fonte:via

Estes gifs mostram todas as fases destas antigas ruínas icônicas ao redor do mundo

Já aconteceu de você visitar alguma ruína durante uma viagem e ficar imaginando como seria aquele lugar em seus tempos áureos?

Pois é, acontece mesmo. E, para que isso não fique apenas na imaginação, a agência de marketing de conteúdo NeoMam criou um projeto para a Expedia que recria em gifs as várias fases de 7 zonas arqueológicas pelo mundo.

As imagens foram feitas com o auxílio da empresa Thisisrender. Foi necessária uma longa pesquisa para reconstruir o visual de cada uma das áreas, mas o resultado resume séculos de história em apenas um gif e é praticamente uma viagem no tempo. Vem ver!

O Partenon – Grécia

Pirâmide de Nohoch Mul – Cobá, México

Templo de Júpiter – Pompeia, Itália

Milecastle 39 (parte da Muralha de Adriano) – Inglaterra

Templo de Luxor – Egito

Pirâmide do Sol – Teotihuacán, México

Templo B da Área Sacra do Largo di Torre Argentina – Roma, Itália

Todas as imagens: Expedia /fonte:via

Este hotel-barco na China parece saído de um sonho

O rio Fuchun corre pela província chinesa de Zhejiang e reserva uma bela surpresa aos seus visitantes.

Além da paisagem natural do entorno, quem visita a região também pode aproveitar a incrível estrutura oferecida pelo Fuchun New Century Wonderland Resort.

O resort conta com cinco casas de madeira que funcionam como verdadeiros barcos – e inclusive reproduzem a estrutura das embarcações tradicionais usadas para a pesca. Dois terços da estrutura flutuam sobre a água e permitem uma completa sintonia com a natureza.

Do seu quarto, os hóspedes podem ter uma vista completa da região repleta de natureza. As cabanas foram criadas pelo Design Institute of Landscape and Architecture China Academy e são feitas de vidro e madeira, segundo o site Ignant.

O vídeo abaixo promete te transportar diretamente para esse paraíso. Vem ver!

Fotos © Aoguan Performance of Architecture/fonte:via

Primeira vila de casas feitas com impressão 3D está prestes a ficar pronta na Holanda

A Holanda parece estar sempre na frente quando o assunto é ter uma vida mais sustentável.

Depois de se tornar o país das bicicletas, ele também deverá abrigar a primeira vila feita apenas com casas impressas em 3D. As construções do estilo utilizam menos materiais e, portanto, tendem a ser mais ecológicas do que empreendimentos convencionais.

As moradias serão localizadas em Bosrijk, um vilarejo em Eindhoven. Inicialmente, cinco residências serão contruídas como parte de um projeto apelidado de Milestone.

Para mostrar a flexibilidade da tecnologia, cada casa será feita com um formato e tamanho diferente. Além disso, cada residência será construída após o término da anterior, de forma que os arquitetos possam aprender com os erros do processo. Estima-se que os primeiros moradores poderão se mudar para o bairro futurista já no próximo ano.

De acordo com o Ciclo Vivo, este é o primeiro programa de habitação comercial do mundo que utiliza a tecnologia de impressão de concreto em 3D. A iniciativa está sendo desenvolvida por diversas empresas em parceria com a Universidade de Tecnologia de Eindhoven e o Município de Eindhoven.

Fotos: Reprodução/fonte:via

Em 3 anos ela transformou um antigo ônibus de linha num incrível apartamento

Enquanto alguns sonham em comprar uma casa própria, Jessie Lipskin decidiu criar a sua do zero.

Tudo começou quando a jovem comprou um antigo ônibus de linha de 1966 e começou a restaurá-lo. Três anos depois, o veículo se transformou em uma incrível casa sobre rodas.

Ao site Bored Panda, Jessie conta que seu interesse por modelos de vida sustentáveis surgiu após ver o documentário Garbage Warrior, que conta a história do eco-arquiteto Michael Reynolds. Inspirada pela história, ela passou a construir seu próprio lar, com muita dedicação e DIY.

A transformação custou cerca de US$ 70 mil e foi toda realizada com materiais veganos e sustentáveis. Porém, como havia sido construída enquanto Jessie estava em um relacionamento, o tamanho do veículo foi escolhido para comportar duas pessoas.

Graças a isso, a casa foi colocada a venda recentemente: “ela é muito grande para eu dirigir sozinha e eu recebi a oportunidade de embarcar em algumas viagens internacionais“, justifica em seu Instagram.

As imagens abaixo vão deixar você morrendo de vontade de se mudar para uma casa sobre rodas como essa!

Arquitetos usam tecnologia para criar casa ao redor de árvore de forma integrada e sustentável

Tem dias em que dá vontade de largar tudo para o alto e viver no meio da floresta, né não?

Se o “meio da floresta” for como essa casa criada pela Mason Architects, em conjunto com a A. Masow Architects, então essa vontade fica muito maior.

Em verdadeira sintonia com a natureza, a casa se ergue ao redor de uma árvore e passa a fazer parte da paisagem. O nome do projeto não poderia ser outro: Árvore na Casa.

Painéis solares transparentes ao redor da estrutura fornecem calor e eletricidade para a residência, enquanto a água da chuva, após ser purificada, é usada no chuveiro. Os pisos também contam com sistema de ventilação para preservar o ar que circula na casa e aquele destinado à árvore.

Com cerca de 20 metros de altura e quatro andares, a residência promete vistas espetaculares em meio à natureza, sem alterar a paisagem. O único lado negativo do projeto parece ser a ausência de privacidade, já que toda a casa é transparente.

Se bem que, com uma vizinhança destas, a ideia não parece tão ruim assim…

Fotos: Reprodução/fonte:via

Casal constrói casinha dos sonhos com menos de R$ 40 mil reaproveitando materiais

Construir uma casinha com as próprias mãos, usando material reaproveitado não apenas para economizar, mas também para dar um alívio à tão explorada natureza, parece um sonho, né? Mas este casal que vive nos Estados Unidos conseguiu!

Taylor e Steph nasceram em Wisconsin, mas já viajaram pelos EUA e outros países participando de projetos que têm como objetivo aliar criatividade e sustentabilidade na busca por um estilo de vida mais sustentável, e foi daí que eles tiraram o conhecimento necessário para construir a própria casa.

A casinha, de 52 m², custou menos de 10 mil dólares (cerca de 40 mil reais) para ser construída. Eles usaram madeira de pau-brasil para criar as paredes, contando com cercas de madeira antigas para o acabamento. Os móveis também foram reaproveitados ou criados do zero pelos dois.

Além disso, o casal fez uma busca por materiais descartados que poderiam ser reaproveitados, como pneus, garrafas de video e latas de alumínio. Todas as portas e janelas foram recuperadas ou encontradas de graça através da internet. O piso foi feito com uma mistura de areia, argila, palha e água, com acabamento de óleo de cânhamo para deixar mais bonito.

A casa fica na cordilheira Santa Cruz, na Califórnia, local escolhido para garantir que eles vivessem com temperaturas confortáveis o ano todo, sem ar condicionado ou aquecedores. Por isso, três das quatro paredes, as que não ficam viradas para uma montanha, foram enterradas sob o solo, seguindo os ensinamentos de Mike Reynolds, da Earthship Biotecture.

De acordo com o casal, a maior parte do trabalho foi concluída em um ano, praticamente apenas pelas mãos deles. Taylor está fazendo um mestrado em arquitetura no momento, e lançou o projeto Nomadic Roots Design para contrar mais sobre a história do casal.

Fotos via Nomadic Roots Design/fonte:via