Mãe dá à luz a gêmeos gerados em dois ventres diferentes. Feito tem uma chance para 500 milhões de tentativas

Dez vezes mais improvável que ganhar na Mega-Sena. Em maio, a britânica Jennifer Ashwood deu à luz a duas crianças, Poppy e Piran, em um acontecimento tão raro que até seus obstetras não sabiam o que esperar antes do parto: a mãe tem útero duplicado, e cada bebê se desenvolveu em um dos ventres.

De acordo com os médicos, Jennifer tem duas cavidades uterinas, separadas por um colo, algo que não foi notado oito anos atrás, durante a gestação da filha mais velha da britânica. Após a descoberta, a equipe precisou tomar cuidados especiais, pois o risco de abortou ou nascimento prematuro aumentou.

Segundo a literatura médica, menos de 100 casos assim já foram reportados em todo o mundo. A chance de uma gestação do tipo acontecer é de 1 em 500 milhões. Os gêmeos de Jennifer ficaram por duas semanas na maternidade para tratar a icterícia neonatal, mas já estão plenamente saudáveis.

“Ter dois úteros já é raro, mas ter um óvulo em cada e que os dois sejam fecundados… É como um milagre. Você pode pensar que conhece bem o próprio corpo, mas nem sempre é verdade”, disse Jennifer. “Estamos muito ocupados em casa. É o dobro de abraços e o dobro de amor”, completou.

Fotos: Reprodução/Arquivo Pessoal/fonte:via

Anúncios

Esta mãe correu uma meia maratona empurrando os filhos

Correr é um grande desafio. A conquista dos primeiros quilômetros só é possível com muita disciplina e treinamento. Imagine só correr uma meia maratona com os três filhos.

Cynthia Lauren Arnold, de 34 anos, ficou em 14ª lugar no geral feminino e em terceiro na classificação de pessoas da sua idade na Meia Maratona de Missoula, nos Estados Unidos. Detalhe, ela fez todo o trajeto empurrando um carrinho com as três crianças a bordo.

A conquista rendeu para a atleta o recorde mundial para uma mulher empurrando um carrinho com três crianças. Cynthia concluiu a prova com folga, batendo a marca de 1h29min08, enquanto o antigo recorde era de 1h47min32.

“Ele disse: você deveria tentar esse recorde mundial triplo na meia maratona”, declarou à Runner’s sublinhando que a vitória veio por meio do incentivo do marido.

Mas não pense que tudo aconteceu da noite pro dia. Na verdade Cynthia Arnold sempre fez da corrida um estilo de vida. A motivação para correr com os filhos não foi só para bater o recorde, mas sobretudo para incentivá-los a adotarem um estilo de vida saudável.

Foto: Reprodução/Twitter/fonte:via

Noiva manda irmão em seu lugar para o ‘first look’ e a reação do noivo é a melhor possível

Heidi e Val Zherelyev já eram casados desde 2013. Como a primeira cerimônia havia sido feita de forma privada na Califórnia, o casal deciciu que iria renovar os votos em conjunto com a família, em uma festa em Phoenix, nos Estados Unidos.

Quando o dia chegou, Val estava tão nervoso que nem parecia que se tratava de seu segundo casamento com a mesma noiva. Mas Heidi encontrou uma maneira de tornar o momento descontraído, com a ajuda de seu irmão Eric….

Ela telefonou para Eric no mesmo dia e pediu que ele fosse em seu lugar para o “first look”. Embora tenha achado a ideia estranha a princípio, o irmão topou a brincadeira e surpreendeu o cunhado vestido de noiva.

Para não sujar ou estragar o vestido de Heidi, o traje usado pelo irmão foi um empréstimo da melhor amiga da noiva, já divorciada. Eric foi direto do trabalho para o ensaio e usou até mesmo o perfume e o desodorante da irmã para ficar com o cheirinho da noiva, segundo ela relatou ao site The Knot.

O noivo estava MUITO nervoso, então a noiva vestiu seu irmão no vestido de casamento velho de uma amiga e mandou ele para o first look no seu lugar. Não preciso dizer que a reação dele foi inestimável e funcionou TOTALMENTE!“, descreveu a fotógrafa Nichole Cline, que registrou o momento, em uma publicação no Facebook.

O resultado são fotos honestas e divertidas, que certamente vão ficar na memória dos noivos (e de Eric!) para sempre.

Espia só quanta fofura! ♥

Fotos © KevinChole Photography /fonte:via

Este pai surpreendeu a filha fã de dinossauros da maneira mais incrível

Lyle Coram definitivamente merece um prêmio de melhor pai do ano.

Depois de transformar o quarto de sua filha Shelby em um verdadeiro castelo da Disney, ele decidiu surpreendê-la novamente – desta vez, com uma aventura radical.

Lyle transportou a filha diretamente para o tempo dos dinossauros. Segundo contou ao Bored Panda, a menina de 7 anos é fã da saga Jurrasic Park e ama dinossauros.

Em um vídeo que mostra a brincadeira, um dos animais parece até mesmo brincar com a bola que Shelby está segurando, mas o pai garante que foi apenas uma coincidência: o experimento não era interativo.

Depois de se encantar com a projeção, que ocupou todas as janelas da sala, a menina finalmente se assusta quando o Tiranossauro Rex aparece em cena e lança uma olhada furtiva para ela, que sai correndo do cômodo.

Olha só que coisa mais fofa!

Fotos: Reprodução /fonte:via

Casal adota 5 filhos para que os irmãos não se separem

Dentre os muitos temores que podem acometer crianças e adolescentes vivendo em orfanatos, à espera de uma família que lhes possam acolher, uma preocupação permanece muitas vezes esquecida: que, ao ser adotado, acabe separado de seus irmãos ou irmãs, especialmente quando estes também vivem no orfanato. Era o caso de Maria Vitória, Pedro Henrique, Miguel, Gabriel e Vitor, cinco irmãos que por um ano moraram no orfanato Rebecca Jenkins, em Cidade Ocidental, nos arredores do Distrito Federal. Depois de maus tratos e abandonos por parte da mãe biológica, os irmãos foram enviados ao orfanato pelo conselho tutelar – e, apesar do sonho da adoção, o medo de acabarem separados era igualmente grande.

Foi quando entraram em cena o casal Veranilda de Oliveira Guimarães e Adalberto Franco Guimarães – ele, um ferramenteiro aposentado; ela, uma gestora social que justamente já trabalhava no abrigo para onde as crianças foram enviadas. Depois que deu errado uma tentativa de que os cinco irmãos fossem morar com um tio – e das tantas vezes que, ao voltarem ao abrigo, as crianças corriam à Veranilda para lhe abraçar e pedir que não fossem separados – ela e Adalberto decidiu que essa era sua missão pessoal, e entrou com pedido de adoção dos cinco, juntos, de uma só vez.

Para que tal árdua tarefa fosse possível, algumas adaptações na vida do casal – que já possuía dois filhos biológicos adultos – foram necessárias: além de trocarem seus dois carros por um carro maior, de 8 lugares, Veranilda e Adalberto mudaram de casa, para oferecer mais conforto aos novos filhos.

Ainda falta alguns passos burocráticos para que as crianças carreguem orgulhosos o sobrenome “Guimarães”, mas tal detalhe não altera em nada a verdade que se confirmou – de que Veranilda e Adalberto são, agora, simples e novamente uma mãe e um pai.

© fotos: arquivo pessoal/divulgação/fonte:via

Artista ilustra seu dia a dia como mãe e só quem tem filhos vai entender

Jyldyz Bekova é uma artista talentosa e mãe dedicada de duas lindas crianças, Arina e Kamilla, que decidiu mostrar suas alegrias e lutas diárias em ilustrações em aquarela divertidas e adoráveis. A artista de Bishkek, no Quirguistão, pinta como pequenos momentos da vida, como cozinhar, ir ao banheiro ou simplesmente dormir, parecem quando você é responsável por esses pequenos seres humanos – e aqueles que têm filhos vão se identificar na hora. Role para baixo para descobrir mais:

Arte: Jyldyz Bekova /fonte:via

Funcionário de limpeza é surpreendido por estudantes com £1,500 para ver família na Jamaica

Um grupo de estudantes da Universidade de Bristol, na Inglaterra, deu um grande exemplo ao juntarem pouco mais de 1 mil libras, por volta de 5 mil reais, para viabilizar a viagem de Herman Gordon para a Jamaica.

Aos 65 anos, o homem é responsável pela limpeza de uma das instituições de ensino mais conceituadas da Inglaterra e há tempos nutre o desejo de se reunir com os familiares em sua terra natal. O problema é que Gordon não tinha como arcar com a viagem sozinho.

“Ainda estou tremendo diante deste gesto”, declarou ao Daily Mail.  

Tudo foi viabilizado por meio do sistema de crowdfunding, ou vaquinha virtual aqui pra nós brasileiros. Ao todo foram registradas mais de 200 doações para levá-lo ao lado da mulher Denise para uma temporada de férias na Jamaica. ❤

A boa ação coloca fim em uma separação que dura desde os 12 anos, idade em que Gordon, hoje com mais de 60, deixou a cidade de Kingston, no país da América Central.

“Eu nunca vi tanto dinheiro na minha vida. Tem grana suficiente para mais de duas semanas. Estou negociando com um agente de viagem para garantir um bom contrato”, encerrou bastante emocionado.  

Fotos: Reprodução/fonte:via