GALERIA DE FOTOGRAFIAS

https://i0.wp.com/inapcache.boston.com/universal/site_graphics/blogs/bigpicture/ngmphoto2_113012/bp4.jpg

https://i0.wp.com/proof.nationalgeographic.com/files/2015/12/160104-best-pod-dec-08.jpg

https://i1.wp.com/zellox.com/wp-content/uploads/2016/04/national-geographic.jpg

https://i1.wp.com/assets.natgeotv.com/Shows/6612.jpg

https://i2.wp.com/assets.natgeotv.com/Shows/30161.jpg

https://i0.wp.com/news.nationalgeographic.com/content/dam/news/2016/02/28/leaping_animals/_03_NationalGeographic_1160902.ngsversion.1456662611218.adapt.768.1.jpg

https://i1.wp.com/voices.nationalgeographic.com/files/2013/04/NationalGeographic_1329449.jpg

https://i0.wp.com/voices.nationalgeographic.com/files/2014/06/animals-walking-water-01.jpg

https://i0.wp.com/www.artsfon.com/pic/201412/1440x900/artsfon.com-42262.jpg

https://i1.wp.com/media-channel.nationalgeographic.com/media/uploads/photos/content/photo/2015/04/07/Showdown_01_AnimalsGoneWild2.jpg

https://i1.wp.com/voices.nationalgeographic.com/files/2014/06/waq-reptiles-01.jpg

https://thirdeyemom.files.wordpress.com/2013/11/004_nationalgeographic_1740198.jpg?w=444

https://publicidadeecerveja.files.wordpress.com/2015/08/imagem_release_479447.jpg?w=444

https://cdn.theatlantic.com/assets/media/img/photo/2015/11/2015-national-geographic-photo-cont/n01_5739056973187/main_900.jpg?1446597853

https://d.ibtimes.co.uk/en/full/1442032/national-geographic-traveler-photo-contest.jpg

https://i0.wp.com/voices.nationalgeographic.com/files/2015/08/Gabon0383.jpg

https://insdrcdn.com/media/attachments/f/ff/10686ffff.png

http://yourshot.nationalgeographic.com/u/ss/fQYSUbVfts-T7pS2VP2wnKyN8wxywmXtY0-FwsgxpCraE8GCLiegX4ASiC0amFVSL2S4Wffeq1O6hozYTI8j/

https://i1.wp.com/6www.ecestaticos.com/imagestatic/clipping/691/253/327/6912533272fc1f80a4986690671dffa7/las-mejores-imagenes-del-concurso-national-geographic-photo-contest-2015.jpg

https://i2.wp.com/i.imgur.com/Q0Z9v.jpg

https://i2.wp.com/kids.nationalgeographic.com/content/dam/kids/photos/articles/Other%20Explore%20Photos/R-Z/Wacky%20Weekend/Funny%20Animal%20Faces/ww-funny-animal-faces-cow.jpg

https://i2.wp.com/voices.nationalgeographic.com/files/2013/08/70618-cb1377107371.jpg

https://vivimetaliun.files.wordpress.com/2016/06/ce967-2946023014_b5c2afb52b_o.jpg?w=444

http://yourshot.nationalgeographic.com/u/ss/fQYSUbVfts-T7pS2VP2wnKyN8wxywmXtY0-FwsgxoQuSQyxUP0gg8GMIunbgDlVGo2h4M9hjaNTkTvTOQrw2/

http://yourshot.nationalgeographic.com/u/ss/fQYSUbVfts-T7pS2VP2wnKyN8wxywmXtY0-FwsgxpCEWxwC8GgmSrPEusyw2StOVnv3_EgL6KE5AEW_y-UOy/

https://i0.wp.com/proof.nationalgeographic.com/files/2015/03/14_SJohan_163-Flamingo1.jpg

https://i1.wp.com/imguol.com/c/noticias/2015/06/11/11jun2015---um-ibex-especie-de-mamifero-bovideo-caprino-se-materializa-no-deserto-como-uma-criatura-mitica-macho-e-femeas-tem-chifres-usados-na-selecao-sexual-e-defesa-do-territorio-os-chifres-que-1434018436814_1024x768.jpg

https://i2.wp.com/voices.nationalgeographic.com/files/2014/02/albino-animals-your-shot-1-05.jpg

https://i0.wp.com/voices.nationalgeographic.com/files/2014/02/amazingly-blue-creatures-blue-footed-booby.jpg

https://c1.staticflickr.com/3/2703/4437145665_83ec988de3_b.jpg

https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/736x/59/12/e7/5912e7fb857be51efb8c97c3173a6dd5.jpg

https://i1.wp.com/voices.nationalgeographic.com/files/2014/03/animal-mustache-Emperor-tamarin-01.jpg

https://i1.wp.com/www.hd-wallpaper1.com/images/lizard-4k.jpeg

http://yourshot.nationalgeographic.com/u/ss/fQYSUbVfts-T7pS2VP2wnKyN8wxywmXtY0-FwsgxpixNiJgpmYUqqRV-ZKGW0TVBchJzHzJSPTvIZtT_hDo9/

https://i1.wp.com/www.fotosefotos.com/admin/foto_img/foto_big/bisao_americano_9ec657901b8586848f8f90fbb56b4e78_bison_no_campo.jpg

https://vivimetaliun.files.wordpress.com/2016/06/0dae5-three-bison-buffalo-walking-on-snow.jpg?w=444

https://i1.wp.com/photos1.blogger.com/img/287/5973/1024/DSC03477.jpg

https://i1.wp.com/www.imagensfotos.com.br/wp-content/uploads/2015/10/18.jpg

https://i0.wp.com/photo.sf.co.ua/g/428/5.jpg

https://i0.wp.com/proof.nationalgeographic.com/files/2015/07/6276544_uploadsmember230644yourshot-230644-6276544jpg_w3ncnjiofhmewlm54bdsjdyjylp3eflutfvvbpyjwjhzlmh4iziq_3840x5760.jpg

https://i0.wp.com/photo.sf.co.ua/g/488/3.jpg

https://i0.wp.com/voices.nationalgeographic.com/files/2014/07/Shovon-Sarkar-Common-kingfisher.jpeg

https://i1.wp.com/www.berlengas.eu/sites/berlengas.eu.life/files/especies/luas_pagina.jpg

National Geographic (Mais fotografias aqui )

TrĂȘs anos depois, meninas que sobreviveram ao cĂąncer recriam foto viral e a diferença Ă© inspiradora

Em 2014, a fotĂłgrafa americana Lora Scantling, fotografou trĂȘs meninas lutando contra o cĂąncer infantil. Na bela imagem estavam Rylie, entĂŁo com 3 anos, Rheann, que tinha 6, e Ainsley, de 4 anos na Ă©poca, em um abraço de apoio mĂștuo.

A emocionante foto se tornou viral, repercutindo em sites e redes sociais em todo o mundo.

Tirar a foto foi uma experiĂȘncia poderosa para Lora. “Meu padrasto estava perdendo sua luta contra o cĂąncer de pulmĂŁo e eu queria fazer algo tocante que falasse mais do que mil palavras“, disse ela ao The Huffington Post.

Lora também fez o registro motivada por um amigo que perdeu o filho para a doença. Para encontrar as meninas ela fez um post em seu Facebook destinado àqueles que pudessem conhecer meninas que estivessem lutando contra o cùncer e assim surgiram Rylie, Rheann e Ainsley.

Embora as meninas nunca tivessem se encontrado antes do dia em que a foto foi tirada, elas se tornaram amigas instantaneamente. Agora, todos as trĂȘs estĂŁo livres do cĂąncer e se reĂșnem todos os anos para tirar um novo retrato juntas.

05

A fotógrafa planeja fazer a foto todos os anos enquanto as meninas desejarem, esperando que elas possam continuar a inspirar as pessoas e a aumentar a conscientização sobre o cùncer infantil.

Embora todas as meninas estejam livres de cùncer, Rheann ainda tem alguns vestígios tangíveis de sua doença. Seus cabelos não crescem devido ao tratamento de radiação a que foi submetida e também tem problemas em seus olhos por conta da localização do seu tumor cerebral.

Nesta semana, Lora postou a versĂŁo 2017 da foto em sua pĂĄgina no Facebook.

58bed4af1a00003700f42154

58bed4b11a00003400f42155

2016

0016

2015

0015

Veja abaixo mais fotos atuais das crianças:

01

02

03

04

Todas as fotos © Lora Scantling

Se essa sĂ©rie de fotos lhe causar estranheza, vocĂȘ precisa repensar seus padrĂ”es

HĂĄ uma coleção de clichĂȘs que nos ensinam sobre como nĂŁo devemos perceber e julgar os outros por sua aparĂȘncia, e mais, sobre como os ideias de normalidade e beleza servem somente para nos diminuir, nos separar, excluirmos uns aos outros, sem que ninguĂ©m esteja de fato adequado a tais padrĂ”es.

Esses clichĂȘs nĂŁo existem por acaso: apesar deles – e de suas diretas e precisas sabedorias – insistimos em procurar normalidade e suposta adequação na maneira com que vemos os outros – e, em verdade, nos vemos.

EDITnaevusflammus38

Acontece que ninguém é normal, de perto ou de longe. Para desafiar a maneira com que percebemos as outras pessoas, a fotógrafa dinamarquesa Linda Hansen encontrou o tema perfeito para um ensaio desafiador e, sim, belo: ela realizou uma série de retratos de pessoas com marcas de nascença no rosto e no corpo.

EDITnaevusflammus23

O nome do livro que reĂșne os retratos Ă© tambĂ©m o nome dessa condição: Naevus Flammeus, tambĂ©m conhecida como Mancha de Vinho, uma malformação capilar que resulta em uma mancha avermelhada na pele.

EDITnaevusflammus36

Segundo a fotĂłgrafa, muita gente reage Ă s fotos com pesar, como se as manchas fossem um fardo a se carregar. “Eu comparo a uma tatuagem: Ă© algo intrigante, uma marca especial com uma histĂłria. É lindo”, ela diz. Para ela, essas “tatuagens naturais” se tornam justamente sinais especiais de beleza.

EDITnaevusflammus16

A principal mĂĄgica de seus retratos, no entanto, para ela, Ă© que quanto mais olhamos para ele, mais as marcas – especialmente em seu sentido pejorativo – começam a desaparecer. Resta, acima de qualquer coisa, o conjunto da obra: a certeza de que, alĂ©m de ninguĂ©m ser “normal”, todo mundo Ă© belo Ă  sua maneira – e eis mais um clichĂȘ, absolutamente verdadeiro.

EDITnaevusflammus15

EDITnaevusflammus07

EDITnaevusflammus05

EDITnaevusflammus10

EDITnaevusflammeus01

EDITnaevusflammus18

Todas as fotos © Linda Hansen 

As encantadoras poses destes animais ao serem fotografados seriam perfeitas para capas de ĂĄlbuns

Enquanto mĂșsicos e fotĂłgrafos renomados fazem pesquisas complexas para acertarem as fotos das capas de seus ĂĄlbuns, alguns animais esbanjam personalidade e dĂŁo verdadeiras aulas de como fazer a pose ideal.

Gatos observando a cñmera fixamente, cachorros jogando olhares irresistíveis, cavalos com suas crinas ao vento, esquilos absolutamente fofos
 Caso fossem artistas, com toda certeza venderiam muito apenas por conta de sua incrível capacidade de sair bem na foto.

Adele, Rihanna, Madonna, Lady Gaga: queridas, aprendam com os melhores!

01 – Esses pombos parecem estar posando para a capa de um álbum de rap dos anos 90

01
Notthatdanadane

02 – As lendas da mĂșsica

02
Rob MacInnis

03 – A mais nova banda grunge do momento

03
Raask

04 – Os esquilos roqueiros

04

05 – A pose perfeita para o álbum de estreia de hip hop

05
Yoremahm

06 – Estas vacas parecem que estão prestes a lançar o melhor álbum indie do ano

06
BookerDeWittsCarbine

07 – Este macaco mandril parece estar posando para o ĂĄlbum mais aclamado da Ășltima dĂ©cada

07
Spicedpumpkins

08 – Os gatos invocados na capa de um disco de metal

08
AllLebedev

09 – Duo de cavalos na capa de um álbum dos anos 80

09
Aurel Manea

10 – Pinguins do rock eletrînico

010

A CapadĂłcia, na Turquia, Ă© tĂŁo incrĂ­vel que as fotos parecem feitas no Photoshop

O cenårio vulcùnico que caracteriza a Capadócia, na Turquia, é tão lindo que parece irreal. E fica ainda mais impressionante quando é invadido por uma infinidade de balÔes, que contrastam com a as manchas que a luz do sol deixa no céu. Aqui, as pessoas vivem em abrigos de pedra incríveis, esculpidos pela natureza.

Esses “pilares” de pedra surgiram graças a erupção dos seus vulcĂ”es e da  lava que os encobriu. Depois, chega o inverno e a ĂĄgua e o gelo separam o vale em colinas. É de tirar o fĂŽlego, como vocĂȘ pode averiguar nas imagens abaixo:

Capa 6

Capa 5

Capa 4

Capa 3

Capa 2

Capa1

Capa 7

Capa 8

Capa 9

Capa 10

Capa 11

Capa 12

Capa 13

Capa 14

Capa 15

Todas as fotos © Kristina Makeeva

Conheça as ‘melhores praias do mundo’ segundo a National Geographic

O National Geographic mapeou paraísos no mundo todo onde a terra encontra o mar. Inspire-se nessas praias maravilhosas para planejar suas próximas andanças por aí!

Corniche, França

Foto 1

Praia de Piscinas, Sardenha

Foto 2

Sleeping Bear Dunes, Michigan

Foto 3

Praia de Casa Abao, Curaçao

Foto 4

Blue Bay, nas Ilhas MaurĂ­cio

Foto 5

Praia do Pelicano, em Belize

Foto 6

Praia Rosa, nas Filipinas

Foto 8

Praia de Reynisfjara, na IslĂąndia

Foto 9

Green Sands, no HavaĂ­

Foto 10

Praia de Noordwijk, nos PaĂ­ses Baixos

Foto 11

Carmel City Beach, na CalifĂłrnia

Foto 12

Praia Cannon, em Oregon

Foto 13

Praia em Dorset, Inglaterra

Foto 14

Shark Bay, na AustrĂĄlia

Foto 15

Praia de Bowman, FlĂłrida

Foto 16

Lazy Beach, Cambodja

Foto 17

Praia do PĂŽr do Sol, Carolina do Norte

Foto 18

One Foot Island, em Aitutaki

Foto 19

Praia Anse Source d’Argent, em Seychelles

Foto 20

Praia da Catedral, Espanha

Foto 21

Fotos: reprodução National Geographic

FotĂłgrafo cria sĂ©rie emocionante retratando pessoas com Alzheimer

A imagem pode conter: 2 pessoas, Ăłculos e close-up

O Mal de Alzheimer pode ser uma doença tĂŁo devastadora da personalidade da pessoa a quem por tantos anos amamos, que muitas vezes Ă© possĂ­vel esquecer quem aquela pessoa de fato foi – e ainda Ă©. A humanidade, a personalidade, a sentimentalidade que formam a dignidade da pessoa que sofre de Alzheimer – que a mantĂ©m conectada sempre, seja como for, com quem ela sempre foi – sĂŁo o alvo das lentes do fotĂłgrafo holandĂȘs Alex Ten Napel em seu ensaio precisamente batizado de “Alzheimer”.

alzheimer10

Trata-se de uma série de retratos de pacientes do mal, realizados em asilo em Amsterdã. Homens e mulheres que, simplesmente retratados em suas feiçÔes mais comuns, parecem capazes de acender emoçÔes profundas no espectador, diante da noção da doença de que sofrem.

alzheimer9

São fotos sensíveis e profundamente naturais, que nos colocam ao mesmo tempo diante da dor lenta dos sintomas que a doença provoca, e nos fazem, ao mesmo tempo, não esquecer que, antes de pacientes, são pessoas diante de nós, com a maravilha de suas personalidades estampada em seus rostos.

alzheimer8

alzheimer7

alzheimer6

alzheimer2

alzheimer5

alzheimer4

alzheimer3

alzheimer1

© fotos: Alex Ten Napel

Casuar

https://i2.wp.com/media.escola.britannica.com.br/eb-media/43/138843-050-DD4F15FF.jpg

O casuar (Casuarius spp.) Ă© uma ave do grupo de aves ratitas de grande porte, nativas do nordeste da AustrĂĄlia, Nova GuinĂ© e ilhas circundantes.As trĂȘs espĂ©cies de casuar pertencem Ă  famĂ­lia Casuariidae e sĂŁo, com a avestruz e a ema, as maiores aves existentes na actualidade. O habitat preferencial do casuar sĂŁo zonas de floresta tropical, onde haja um grande nĂșmero de ĂĄrvores disponĂ­veis para produzir os frutos de que se alimentam. Neste ambiente o casuar desempenha a importante função ecolĂłgica de dispersar as sementes das ĂĄrvores. O casuar Ă© uma figura importante na mitologia das populaçÔes nativas da Oceania e representa geralmente uma figura maternal.

https://vivimetaliun.files.wordpress.com/2016/06/f09e7-cassowary-robertsouth3.jpg?w=444

A plumagem do casuar Ă© abundante e de cor acinzentada, com penas coloridas na base do pescoço. Estas aves tĂȘm uma crista encarnada no alto da cabeça, que cresce devagar durante os primeiros anos do animal e com função desconhecida. O grupo nĂŁo tem dimorfismo sexual significativo, sendo as fĂȘmeas apenas um pouco maiores e mais coloridas. Uma caracterĂ­stica distintiva Ă© a presença de uma garra em forma de punhal presente no dedo interno. Como nos outros strutioniformes, o casuar tem as asas atrofiadas e trĂȘs dedos em cada pata.

https://i1.wp.com/tiernah.com/wordpress/wp-content/uploads/2014/03/Der-Helmkasuar-ist-der-drittgr%C3%B6%C3%9Fte-Laufvogel-der-Welt..jpg

O casuar é uma ave ågil, que pode correr a cerca de 50 km/h e saltar 1,5 m sem qualquer balanço. São animais normalmente pacatos e tímidos que no entanto podem ser extremamente agressivos e perigosos para o Homem para proteger o ninho ou as suas crias.

https://i0.wp.com/msalx.viajeaqui.abril.com.br/2013/09/03/0956/3.jpeg

Na Ă©poca de reprodução os machos reclamam um territĂłrio e procuram atrair uma fĂȘmea, que permanece apenas, atĂ© pĂŽr entre de 3 a 5 ovos. ApĂłs a postura a fĂȘmea abandona o ninho e pode eventualmente acasalar noutro territĂłrio. Os machos cuidam sozinhos dos ninhos e das crias durante os nove meses seguintes. Os juvenis sĂŁo de cor acastanhada e sĂł ganham a plumagem tĂ­pica do adulto por volta dos trĂȘs anos.

https://vivimetaliun.files.wordpress.com/2016/06/5c0b8-1878870de83aecb0bc33b0c5ecfe548f.jpg?w=444

O casuar Ă© uma ave importante para o Homem hĂĄ centenas de anos como fonte de proteĂ­na atravĂ©s da carne e dos ovos. Algumas tribos da Nova GuinĂ© tĂȘm o hĂĄbito de assaltar os ninhos e criar os juvenis atĂ© Ă  idade adulta, quando sĂŁo vendidos ou mortos para consumo local; no entanto o casuar nunca foi completamente domesticado. As penas coloridas sĂŁo tambĂ©m uma fonte de interesse e o motivo pelo qual no passado os colonos europeus caçaram abundantemente este animal.

https://i1.wp.com/wallup.net/wp-content/uploads/2016/01/40184-animals-Australia-Casuar-birds.jpg

Actualmente, as trĂȘs espĂ©cies de casuar estĂŁo ameaçadas pela destruição de habitat e encontram-se protegidas por lei. É uma das aves mais perigosas para o Homem, pois sua patada pode equivaler a mesma força de um pequeno punhal, podendo atĂ© decepar um membro.As vĂĄrias espĂ©cies de casuar sĂŁo abundantes no registro fĂłssil do Plio-PlistocĂ©nico australiano e pensa-se terem evoluĂ­do a partir dos emus algures no MiocĂ©nico.

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/2/29/Casuarius_casuarius_-upper_body_-captive-8a-2c.jpg/1024px-Casuarius_casuarius_-upper_body_-captive-8a-2c.jpg

https://i2.wp.com/imagens.mdig.com.br/bichos/casuar_do_sul_02.jpg

https://i1.wp.com/cdn.olhares.pt/client/files/foto/big/732/7326765.jpg

https://rzsszooclub.files.wordpress.com/2011/02/cassowary-egg.jpg?w=444

https://i2.wp.com/msalx.viajeaqui.abril.com.br/2013/09/03/0956/6IivB/1.jpeg

https://vivimetaliun.files.wordpress.com/2016/06/34258-casuar_do_sul_10.jpg?w=444

https://vivimetaliun.files.wordpress.com/2016/06/b35f5-casuar_do_sul_17.jpg?w=444

https://i0.wp.com/www.gazetadopovo.com.br/viver-bem/wp-content/uploads/import/casuar.jpg

https://i0.wp.com/www.animalphotos.me/bird4/bird4-cass_files/cassowary2.jpg

https://c1.staticflickr.com/1/64/216010885_4530e1a790_b.jpg

https://vivimetaliun.files.wordpress.com/2016/06/930fe-10259751_709990409063853_8277853503270712872_n.jpg?w=444

https://i1.wp.com/imagens.mdig.com.br/bichos/casuar_do_sul_03.jpg

https://pixabay.com/static/uploads/photo/2016/03/24/16/55/cassowary-1277135_960_720.jpg

https://storage.googleapis.com/panda-image/image/animal-del-dia/casuarius-pajaro-mas-peligroso-mundo/casoar-oiseau-plus-dangereux-monde_1454453936075_large.JPG

https://i1.wp.com/imgs.rafaelbelomo.com/mundointeressante/posts/passsaro02.jpg

Google imagens

GALERIA DE FOTOS

National Geographic

FOTO DO DIA

https://d2hqsaoq1cfj21.cloudfront.net/blogstatics/images/oso-pardo.jpg

Nunca deixe ninguĂ©m te dizer que nĂŁo pode fazer alguma coisa. Se vocĂȘ tem um sonho tem que correr atrĂĄs dele. As pessoas nĂŁo conseguem vencer e dizem que vocĂȘ tambĂ©m nĂŁo vai vencer. Se vocĂȘ quer uma coisa corre atrĂĄs.

A Procura da Felicidade