Estas podem ser as imagens de cachorros mais antigas de que se tem notícia

Resultado de imagem para Maria Guagnin

A amizade entre humanos e cachorros é tão antiga que os pesquisadores acreditam que as duas espécies convivem desde o período Neolítico.

Recentemente, no entanto, foram encontradas o que podem ser as imagens mais antigas de nossos amigos peludos.

Resultado de imagem para Maria Guagnin

Tratam-se de pinturas rupestres gravadas em falésias localizadas no deserto da região norte de onde hoje se encontra a Arábia Saudita. Os painéis foram documentados pela arqueóloga Maria Guagnin, do Instituto Max Planck para a Ciência da História Humana na Alemanha, em conjunto com a Comissão Saudita de Turismo e Patrimônio Nacional. A descoberta foi publicada em março deste ano pelo Journal of Anthropological Archaeology.

Ao todo, foram documentados 1.400 painéis, com 6.618 representações de animais. Em alguns dos registros, os cães aparecem presos por uma espécie de coleira ligada à cintura dos humanos. De acordo com os pesquisadores, as imagens retratam os cachorros como companheiros de caça.

Resultado de imagem para Maria Guagnin

As estimativas dizem que as pinturas podem ter surgido entre o sexto e nono milênio antes da nossa era. Entretanto, as evidências de data das figuras ainda não são conclusivas. Se confirmado, estas podem ser as imagens mais antigas de cães já encontradas. Já pensou?

Resultado de imagem para Maria Guagnin

  imagens Maria Guagnin /fonte:via

Anúncios

Ela pintou 12 gatos no estilo de 12 artistas consagrados e o resultado é adorável

Apaixonados por gatos também irão se apaixonar pelo estilo da ilustradora Veselka Velinova. Ela se desafiou a desenhar 12 gatos copiando 12 conhecidos estilos artísticos.

Eu criei esta série de gatos porque sou fascinada pela variedade de estilos encontrados na história da arte. Tentei recriar ideais artísticos, estilo, bem como abordagens técnicas de cada um dos períodos artísticos“, descreveu ela em um texto para o site Bored Panda.

Será que você consegue adivinhar qual a inspiração por trás de cada uma destas ilustrações maravilhosas?

Imagens: Veselka Velinova fonte:via

Vida e arte de Basquiat vão se transformar em um musical na Broadway

Apesar de muita gente torcer o nariz para musicais, temos de admitir que eles podem ser excelentes maneiras de nos mostrar mais sobre a vida de um artista, de maneira lúdica e simples. Foi pensando nisso que o músico e premiado diretor de espetáculos musicais – John Doyle, decidiu transformar a vida de Jean-Michel Basquiat em musical da Broadway.

Resultado de imagem para Vida e arte de Basquiat vão se transformar em um musical na Broadway

A vida do artista foi rápida, intensa e marcada por altos e baixos. Hoje, 30 anos após sua morte, ela ainda é forte influência para artistas, grafiteiros ou simples mortais, como nós. Quando morreu – em 1988, de overdose, ele já era uma estrela no pulsante cenário artístico de Nova York e, hoje suas obras costumam ser adquiridas por altíssimos preços em leiloes de arte pelo mundo inteiro.

https://www.geledes.org.br/wp-content/uploads/2018/02/basquiat2.jpg

Basquiat deixou 2 irmãs, que afirmam terem recebido diversas propostas para apresentar a vida de seu irmão nos palcos, mas somente a ideia de Dolye que as encantou: Ao longo dos anos, muitas pessoas nos abordaram sobre contar a história de nosso irmão no palco. Nosso interesse foi despertado quando entendemos que sua abordagem de contar a história de nosso irmão trata sua vida, sua arte e seu legado com respeito e paixão“, disseram ao site It’s Nice That.

https://i2.wp.com/ranieririzza.com.br/wp-content/uploads/2018/06/Basquiat-imagem-livro.jpgA estreia ainda não tem data para acontecer, mas uma coisa já podemos adiantar: este provavelmente será o musical mais disputado dos últimos tempos!

https://jornalorebate.com.br/images/jean_michel_basquiat.jpg

Fotos: Reprodução/fonte:via

Professor primário ilustra seu dia a dia em quadrinhos sarcásticos e divertidos

Trabalhar como professor primário é, na mesma medida, uma das mais nobres profissões e uma árdua tarefa em qualquer lugar do mundo – tanto no Brasil quanto, por exemplo, na Irlanda. As histórias escritas e desenhadas pelo professor Colm Cuffe, do condado irlandês de Galway, são a prova disso. Com diferenças contextuais mas semelhanças essenciais com realidades de qualquer professor, Colm alivia as tensões do trabalho desenhando quadrinhos sobre as curiosidades e situações cômicas de seu ofício.

A relação com os alunos, as histórias reincidentes, as tensões e graças familiares entre professores, alunos e familiares são a matéria prima de suas histórias, publicadas no Facebook e no Instagram. Como mesmo quem não é professor já foi aluno em algum momento, trata-se de uma história para todos – se divertirem, se reconhecerem, refletirem e se divertirem.

© arte: Colm Cuffe/fonte:via

Artista misturas diferentes espécies no Photoshop e cria novos e maravilhosos animais

Misturas, transformações, adaptações e mudanças são lei na natureza, conduzindo a manutenção e sobrevivência das espécies. O estudante norueguês Arne Olav Gurvin Fredriksen se valeu de suas habilidades no Photoshop para delirar um pouco na ideia, e misturar animais criando incríveis e um tanto bizarros híbridos entre espécies. Alguns resultados chegam a confundir o cérebro de tão bem feitos.

Qual o resultado da mistura entre uma foca e um passarinho? Uma focarinho? E entre um tubarão e um cavalo, nasce um tubavalo? O que acontece quando se mistura um urso polar e uma galinha? As montagens de Arne respondem a tais insólitas perguntas – e, a essa altura, até mesmo Darwin está confuso e maravilhado diante das imagens.

© fotos: Instagram/fonte:via

Artista usa notas de dinheiro como telas para que sua arte viaje pelo mundo

Hypeness

Se o valor monetário de uma obra de arte é sempre um tanto abstrato e depende de uma porção de variáveis externas, no caso do trabalho de Mari Roldán Cañete o próprio suporte de suas pinturas já define um valor inicial – literalmente. A artista de Málaga, na Espanha, usa notas de Euro como tela, desenhando sobre o dinheiro. O que a levou a utilizar essa superfície, porém, não foi o valor agregado – mas sim a mobilidade que as notas naturalmente possuem.

Hoje com 23 anos, Cañete diz que tem duas paixões desde muito jovem: a pintura e a vontade de viajar. Desenhar foi hábito que manteve da infância em diante, e chegou a pensar em se tornar aeromoça só para poder conhecer o mundo todo, mas nenhum dos dois desejos efetivamente se tornou seu trabalho – até recentemente, quando teve uma epifania reveladora: se ela não podia viajar o mundo, ao menos sua arte poderia. E a melhor maneira de fazer isso acontecer seria pintando em dinheiro.

Hypeness

Hypeness

Ela agora se dedica de fato à sua arte, e usa a natureza móvel do dinheiro, sempre passando de bolso em bolso para todas as partes do planeta, para que seus desenhos possam fazer as viagens que ela ainda não pode. Assim, seu trabalho chega às novas culturas e pessoas que ela sonha em conhecer.

Hypeness

Hypeness

Hypeness

Quase sempre reproduzindo pinturas clássicas ou ícones da cultura pop na face das notas de euro e dólar, com seu talento é ela quem agrega valores maiores aos estabelecidos para cada cédula. Cañete vem começando a ser reconhecida – e assim seus dois sonhos vão efetivamente ficando cada vez mais próximos.

Hypeness

Hypeness

Hypeness

Hypeness

Hypeness

Hypeness

Hypeness

Hypeness

Hypeness

Hypeness

© fotos: Mari Roldán Cañete /fonte via

Qual é a sua magia? Ilustradora cria as bruxas de cada signo

O mundo místico, seus ícones, arquétipos e mitologias anda em alta, e a ilustradora inglesa Nona misturou dois universos bastantes populares para explicar e potencializar tais lógicas: as bruxas e a astrologia. Para seu novo livro de ilustrações, Nona criou uma bruxa para cada signo – e transformou características dos signos em poderes mágicos das bruxas determinadas.

Assim, os geminianos viram a “Bruxa do Espaço”, os virginianos ganham a “Bruxa da Floresta”, para os librianos a “Bruxa da Música”, e assim sucessivamente. Junto com as bruxas, cada signo ganhou uma pequena explicação com um sentido mais aprofundado dos arquétipos sobre os quais ela se baseou para criar seus personagens.

Sua coleção de bruxas será reunida no livro “Horoscope Witches”, ou Bruxas do Horóscopo. Não é preciso ser um místico, acreditar ou mesmo se interessar por astrologia, no entanto, para gostar do trabalho de Nona: para além dos textos que se dobram sobre aspectos do comportamento humano em geral, as belíssimas ilustrações fazem de seu novo livro um verdadeiro trabalho de arte.

Aquário – A Bruxa da Tecnologia

Áries – A Bruxa do Sangue

Câncer – A Bruxa do Chá

Capricórnio – A Bruxa do Solo

Gêmeos – A Bruxa do Espaço

Sagitário – A Bruxa do Trovão

Escorpião – A Bruxa da Noite

Virgem – A Bruxa da Floresta

Touro – A Bruxa das Flores

Peixes – A Bruxa do Mar

Libra – A Bruxa da Música

Leão – A Bruxa da Lava

© arte: Nona /fonte via