Lutando pelo óbvio: mobilização reivindica trocadores em banheiros masculinos

Hypeness

Os efeitos do machismo, dos padrões desiguais e da normatização de gênero podem ser percebidos em diversas camadas de nossas vidas – até mesmo na arquitetura de banheiros. Com um post o americano Donte Palmer revelou um exemplo evidente dessa lamentável realidade: o fato de praticamente nenhum banheiro masculino oferecer trocadores para que os pais possam trocar a fralda de seus filhos e filhas. A foto mostra o esforço de Donte ao ter que fazer a troca com seu filho sobre suas pernas.

Hypeness

No post, Donte fala sobre como ele com frequência precisa fazer o malabarismo da foto para conseguir trocar a fralda do filho em um banheiro público. “É como se não existíssemos”, ele diz enquanto pai. E esse claramente não é um problema circunscrito ao estado da Flórida, nos EUA, de onde Donte escreve – por todo o mundo, inclusive no Brasil, restaurantes e todo tipo de estabelecimento público não oferece um local limpo e seguro dentro do banheiro masculino para que os pais possam realizar a troca.

Hypeness

Aos 31 anos, Donte com seu post se tornou a face de um movimento que exige que os banheiros instalem trocadores nos banheiros masculinos. Trata-se, para além da afirmação politica e cultural, de uma necessidade real, seja para que as tarefas possam ser divididas entre o pai e a mãe, seja para os tantos pais que passam uma parte do tempo sozinho com seus filhos possam cuidar das crianças quando na rua. Na página de Donte no Instagram ele vem compartilhando outros pais que aderiram ao movimento e postaram fotos em situações similares.

Pode parecer um detalhe, mas é em verdade um símbolo e uma necessidade óbvia – algo que precisa urgentemente ser corrigido.

© fotos: Instagram/fonte:via