Temos imagens da estação espacial de Elon Musk em Marte. E ela fica pronta em 10 anos

Painéis solares na Base Alfa de Marte (Foto: Reprodução/Twitter Elon Musk)

A exploração espacial é um dos principais projetos do bilionário Elon Musk. Através da empresa SpaceX, ele tem investido na criação de foguetes e sonha com feitos como viabilizar viagens de turismo espacial e a criação de uma base em Marte. E parece ter definido uma meta para fazer essa última acontecer.

Como já se tornou costume, Musk utilizou o Twitter para atualizar o público sobre as atividades da SpaceX. Ele publicou imagens do projeto Mars Base Alpha, literalmente a Base Alfa de Marte, e afirmou a um seguidor que ela provavelmente seria construída em 2028 (mas apagou o tweet horas depois).

Base Alfa de Marte, produzida pela SpaceX (Foto: Reprodução/Twitter Elon Musk)

Musk acredita que seria possível construir uma cidade com um milhão de habitantes num prazo entre 50 e 100 anos. A Mars Base Alpha seria o ponto de partido para enviar materiais e começar a construir a infraestrutura necessária para habitar o planeta.

O projeto de Musk inclui também a construção do BFR, ou Big Falcon Rocket (literalmente “Foguete Grande Falcão”), uma nave espacial com 40 cabines, com capacidade para 6 passageiros em cada uma. Os planos da SpaceX envolvem fazer testes em órbita até 2020, além de planejar uma viagem à Lua em 2022 e uma a Marte em 2024.

Imagens via Elon Musk/fonte:via

Elon Musk tem um plano para você atravessar o planeta em até 40 minutos

Para o empresário Elon Musk, o futuro não só é agora como ele deve ir muito além dos limites que imaginamos – e, para isso, Musk vem trabalhando arduamente para transformar o que pareciam delírios do melhor cinema de ficção científica em uma realidade próxima. Sua mais nova empreitada é um sistema de transporte que seja capaz de cruzar o planeta em 30 a 40 minutos – e para isso ele pretende combinar duas de suas empresas e revolucionar a maneira como viajamos, nos locomovemos e, assim, que vivemos.

O projeto que Musk anunciou por sua conta no Twitter irá acontecer em uma parceria entre a BFR (Big Falcon Rocket, empresa que desenvolveu o mais velos e eficaz foguete do mundo) e a The Boring Company, pela qual o designer e inventor sul-africano vem investindo na tecnologia do hyperloop – ambas empresas de Musk sob a chancela da SpaceX. O anúncio, tanto de Musk quanto de outras pessoas ligadas às empresas, garante que não só isso realmente irá acontecer, como estará disponível em breve – num espaço de no máximo 10 anos.

Os hyperloops é um sistema de transporte ainda em desenvolvimento, que correrá por túneis de baixa pressão, sobre um fluxo constante de ar pressurizado – o que permitirá que “trens” ou “foguetes” atinjam velocidades altíssimas inéditas. Combinando tal tecnologia ainda por vir com a tecnologia dos foguetes da BFR, e o resultado será, garante Musk, cruzar o planeta em menos de uma hora.

Segundo uma das diretoras da BFR, uma passagem de Nova Iorque para Xangai custará cerca de 2 mil dólares, e o sistema será capaz de realizar cerca de 12 viagens ao redor do planeta por dia. Musk tuitou que fará uma livestream, com direito a perguntas e respostas, amanhã às 7 da noite – horário americano – na qual possivelmente ele trará mais informações sobre a novidade. O futuro, pelo visto, é logo ali – e está sendo desenhado na cabeça de Elon Musk.

© fotos: divulgação/fonte:via