10 formações de gelo e neve que parecem arte

Em regiões onde neva, ou onde as temperaturas são baixas o suficiente para criar belas formações de gelo, verdadeiras obras de arte podem ser desenhadas pela natureza.

Enquanto essas inesperadas criações são de fato lindas, o gelo também pode ser muito perigoso e até mortal. O inverno rigoroso causa muitos acidentes, desde estradas escorregadias até tempestades fortes de granizo.

Da segurança do verão brasileiro, no entanto, podemos nos contentar com observar imagens impressionantes de formações diversas, influenciadas por fatores que vão desde umidade e temperatura até velocidade do vento, gerando resultados extremamente diferentes:

Lago Baikal


Esse lago do sul da Sibéria, na Rússia, é responsável por 22% a 23% da água doce de degelo do planeta, e considerado Patrimônio Mundial pela UNESCO. Foto de Alexey Trofimov.

Bolhas congeladas


Essa é uma criação humana, feita com a ajuda do clima. Após a previsão do tempo anunciar temperaturas de menos 9° C a menos 12° C em Washington, nos EUA, a fotógrafa Angela Kelly decidiu aproveitar o frio inesperado para fazer bolhas de sabão com seu filho, enquanto as clicava à medida que congelavam e derretiam.

Farol congelado


O farol do lago Michigan, nos EUA, congelou no inverno passado. A visão parece quase inacreditável, não é mesmo? Foto de Thomas Zakowski e Tom Gill.

Flores congeladas


Essa foto foi feita por João Paglione, como resultado de uma tempestade de neve em Atlanta, nos EUA, em janeiro de 2005.

Lago McDonald e Lago Abraham


Esses cliques são do fotógrafo Phillips Chip. À esquerda, uma imagem feita ao pôr do sol no Lago McDonald (EUA), enquanto o artista literalmente assistia essas folhas de gelo congelarem. À direita, bolhas congeladas fotografas no Lago Abraham, no Canadá.

 

Teia congelada


Essa foto incrível foi clicada por Robert Felton em 2013.

Árvore congelada


A fotógrafa desta imagem literalmente se machucou por ela. Svetlana Kazina passeava pelas margens do Lago Teletskoye, na Sibéria, quando notou a frágil e bela árvore de gelo. No caminho de volta, escorregou nas rochas congeladas deslizantes, mas considerou seu clique perfeito um bálsamo para seu joelho dolorido.

Gelo na cerca


Essa imagem de autor desconhecido é um belo retrato de uma árvore, de ângulo gelado diferente.

Pinheiros brancos


Cindi Girard é a autora dessa bela foto de pinheiros congelados.

Macieira congelada


Essa imagem de Thomas Zagler mostra água congelada em temperatura fria (abaixo de 0° C) nas flores de uma macieira.

fonte:via[BoredPanda]

Anúncios

Artista faz esculturas de papelão dos moradores da vila onde moram seus avós

O artista sino-americano Warren King começou a esculpir em papelão originalmente para trazer um pouco de fantasia e imaginação para a vida de suas crianças – a fim de enriquecer as memórias que eles terão, no futuro de sua infância. Aos poucos, porém, o tema da memória – de certa forma o tema essencial, direta ou indiretamente, de boa parte das criações artísticas – foi tomando conta de seu processo e intensificando seu trabalho. O que era um passatempo para a criação de máscaras e capacetes tornou-se um elaborado, belo e impactante ofício artístico – e uma visita ao vilarejo onde viveram seus antepassados impôs as relações com a memória como seu tema central.

A viagem à vila de Shaoxing, em sua primeira visita à China de seus antepassados, segundo King, foi o que o inspirou a tornar-se realmente um artista, como uma experiência transformadora. “Eu falei com residentes que lembravam de meus avô há mais de 50 anos”, ele afirmou. E foi assim que ele decidiu esculpir esses moradores que conheceu, e que trouxeram a ele uma memória tão sua, tão quente e constitutiva, mesmo sendo de coisas que ele pessoalmente não viveu.

Suas grandes esculturas de cada morador que conheceu procura justamente reencontrar nele mesmo esse passado que não é seu e ao mesmo tempo é o que lhe forma. “Estou tentando entender as frágeis conexões entre as pessoas e a cultura, e examinar se essas conexões, uma vez rompidas, podem ser reestabelecidas”, afirmou King. A série se chama Aldeões Shaoxing e, apesar de retratar uma história tão pessoas, parece forte e poeticamente dialogar com sentimentos e vivências universais.

 

© fotos: Warren King/fonte:via

Arte digital: as pessoas pensam que essas obras são reais, de tão boas que elas são

Chad Knight, 41 anos, é um artista 3D especialista em esculturas digitais.Suas obras fascinantes deixam os usuários da internet perplexos; é possível pensar que sua arte é real, de tão detalhada e viva.

“Eu acho que me tornei um artista na concepção”, contou à Klassik Magazine. “É mais quem eu sou como pessoa, do que o que eu faço. Eu tenho uma mente muito hiperativa e barulhenta. Criar arte é uma das poucas coisas que me permite estar totalmente presente”.

Chad foi um skatista profissional durante 16 anos. Quando abandonou o esporte, ficou também sem o seu “escape criativo”. Cansado dos ossos quebrados, mas ainda muito inventivo, o artista passou a explorar o mundo do 3D.

Chad revela que o desejo de melhorar constantemente é um importante motivador em seu processo de criação. As pessoas que procuram simbolismo nas suas obras estão certas: “Tudo no meu trabalho representa algo ou alguém. Minha arte é muito parecida com um jornal criptografado que posso compartilhar publicamente”, afirmou.

“Origin”

“Forged”

“Renewal”

“Make Your Own Reality”

“Release”

“Protect”

“Coronal Crown”

“Deeper Dive”

“Earth Angel”

“Bolt From The Blue”

“Minds Run Wild”

“Gift”

“Shiny”

“Obliviously Ignorant”

“Involution”

Para conferir mais trabalhos de Chad Knight, confira seu perfil no Instagram.fonte;via [BoredPanda]

Estas esculturas são tão realistas que fica difícil acreditar que sejam de mármore

O artista Alasdair Thomson, de Edimburgo, na Escócia, tem ganhado fama em todo mundo com um minucioso trabalho de esculpir figuras que são muito semelhantes aos itens que fazem parte da rotina comum.

A forma de Alasdair trabalhar é tão detalhista que é difícil acreditar que estas obras sejam feitas de pedra.

Entre os itens esculpidos estão saias, vestidos, tênis, camisas, blusas, vestidos, frascos de perfume e outros materiais comuns. Veja abaixo:

9 impressionantes esculturas de madeira feitas a partir de um único tronco

Fazer uma escultura não é nunca uma tarefa fácil, quem dirá uma de madeira esculpida a partir de um único tronco de árvore. Confira nove dessas incríveis artes:

9. A maior escultura de madeira do mundo

Essa impressionante escultura de 12,2 metros, feita pelo artista chinês Zheng Chunhui, é uma obra-prima moderna que entrou no Guinness Book of World Records como a mais longa escultura de madeira contínua do mundo.

Entre seu tamanho e seu detalhamento intrincado, não é nenhuma surpresa que Chunhui levou quatro anos para terminá-la. A obra apresenta edifícios, árvores, montanhas, rios, barcos, pontes, nuvens e até mesmo 550 pessoas esculpidas à mão.

8. Escada em espiral feita a partir de uma única árvore

O Castelo de Lednice e seu extenso jardim estão entre as áreas mais bonitas da República Tcheca.

O seu interior não perde para o exterior deslumbrante, no entanto, com tetos originais, mobiliário de madeira histórica e uma impressionante escada em espiral feita sem usar um único prego. Ela liga a biblioteca a um quarto imponente.

7. A maior estátua de Buda de madeira do mundo

O Templo Lama, em Pequim, abriga a maior estátua de Buda esculpida a partir de um único tronco de árvore no mundo. A estátua de Maitreya, de 18 metros de altura, fica no salão principal e foi criada à mão durante o reinado do imperador Qianlong, da dinastia Qing.

A Revolução Cultural da década de 1960 causou danos tremendos a milhares de tesouros arquitetônicos e culturais da China. Milagrosamente, essa estátua e o templo que habita sobreviveram ao fenômeno.

6. Totens do Museu Real de Ontário

Quatro totens gigantes dos povos indígenas Nisga’a e Haida estão expostos no Museu Real de Ontário (Royal Ontario Museum, no Canadá). Esculpidos a partir de cedro vermelho, cada uma das cristas conta uma história familiar desses povos, descrevendo e comemorando suas origens, realizações e experiências.

C. M. Barbeau adquiriu os totens das tribos de British Columbia, doando ao museu no começo da década de 1920. Devido ao seu grande tamanho, as esculturas só puderem ser colocadas em exposição em 1933, após uma expansão do edifício. A maior delas tem 24,5 metros e é o exemplo mais alto conhecido de um mastro do século 19.

5. Possivelmente a maior escultura de madeira do mundo

O escultor Dengding Rui Yao criou este incrível leão de madeira usando um único tronco de árvore. O artista liderou uma equipe de 20 assistentes durante três anos para completar a obra, feita em Mianmar e transportada para sua casa permanente no Fortune Plaza Times Square, uma praça na cidade de Wuhan, na China.

O leão supostamente mede 14,5 metros de comprimento, 5 metros de altura e 4 metros de largura. Se estas medições forem verdadeiras, ela seria a mais longa escultura de madeira no mundo, título oficialmente dado a arte número 9 em nossa lista pelo Guiness.

4. 511 alicates interligados esculpidos a partir do mesmo tronco

Ernest “Mooney” Warther era apenas um menino quando conheceu um misterioso homem que lhe ensinou como esculpir um par de alicates a partir de um único pedaço de madeira, usando apenas dez cortes. Independente da veracidade dessa história, contada pelo americano, Warther rapidamente se tornou um dos mais prolíficos escultores de madeira da América.

Sua obra mais significativa, antes de ele mudar seu foco quase exclusivamente para locomotivas, é uma árvore criada a partir de 511 alicates interligados usando a mesma técnica que ele aprendeu quando criança. A peça exigiu cerca de 31.000 cortes e cada ramo pode se articular completamente como alicates funcionais até a base do tronco.

O vídeo abaixo é uma demonstração da técnica sofisticada, pelo filho de Warther, David:

3. Deus da Guerra, a maior estátua de madeira do Japão

O Santuário Kumano é o lar da maior estátua de madeira de Bishamonten, o Deus da Guerra, no Japão.

A obra foi considerada culturalmente importante na década de 1970. Com mais de 10.000 anos de idade, foi esculpida a partir de um único cipreste.

2. “Chopstick”, balanços e tenda de venda de ingressos

A empresa sueca Visiondivision criou uma obra que abriga assentos, balanços e uma cabine de venda de ingressos para o Indianapolis Museum of Art. Tudo foi esculpido a partir de uma única árvore de 30,5 metros.

O “Chopstick” foi projetado para o Virginia B. Fairbanks Art and Nature Park, em Indiana, nos EUA. Pedaços de madeira foram cortados do tronco para criar a estrutura do estande e os balanços, e até mesmo flores encontradas na árvore foram usadas como ornamentos.

1. A Grande Canoa

Com 19,2 metros de comprimento, a Grande Canoa (The Great Canoe) é um dos artefatos mais famosos do Museu de História Natural em Nova York, nos EUA.

A canoa navegável foi esculpida na década de 1870 a partir do tronco de uma árvore de cedro e apresenta elementos de design de diferentes povos nativos americanos da Costa Noroeste, nomeadamente Haida e Heiltsuk.

As orcas representadas em ambos os lados da proa foram pintadas provavelmente por Charles Edenshaw (1839-1924), um dos artistas do povo Haida mais influentes de seu tempo.

Fonte: [Oddee]