Série fotográfica denuncia os estereótipos em torno do homem negro




Homens negros são a parcela da população mais sujeita à violência. Em Londres, eles representam 56% dos homens assassinados em 2018. Cansado de ver seus semelhantes serem sempre colocados como vítimas ou perpetradores da violência, o fotógrafo Cephas Williams resolveu clicar uma série fotográfica para denunciar estes estereótipos.

O jovem convidou 56 homens negros de diversas origens para posar para uma fotografia usando um moletom com capuz preto. Entre eles, médicos, advogados, artistas e até mesmo David Lammy, um membro do parlamento britânico.

A série tem sido divulgada com o nome de 56 Black Man e serve como um convite para que outras pessoas reflitam sobre a maneira como os negros são retratados na mídia. Após as fotos conquistarem as redes sociais, o projeto ganhou visibilidade e se tornou parte de uma enorme campanha contra os estereótipos.

Ouve só o que o fotógrafo tem a dizer sobre a iniciativa no vídeo abaixo (em inglês, mas é possível acionar a tradução automática das legendas).

Agora, Cephas busca financiamento através da plataforma GoFundMe para que a mensagem alcance um público ainda maior. O objetivo é obter £ 42 mil, que serão investidos em três grandes conferências, três mostras, documentação do projeto, 12 workshops e na criação de um site.

fonte:via Fotos: Cephas Williams

Ela comprou 18 promessas de ‘beleza’ sem plástica para provar de que a indústria da estética não tem limites

Navegando pelo Ebay, a fotógrafa escocesa Evija Laivina encontrou uma série de produtos pra lá de estranhos que prometem resultados ‘milagrosos’ na aparência das pessoas que os usarem.

Estes gadgets, a maioria feitos na China, que, supostamente substituem intervenções cirúrgicas, chamou a atenção da artista e então ela criou o projeto “Beauty Warriors”, uma coleção de fotografias de pessoas usando estes produtos bizarros que prometem ótimos resultados de beleza.

Os voluntários que posaram para as fotos foram amigos e familiares da fotógrafa, além de voluntários encontrados com a ajuda das mídias sociais.

Através da série, Evija pretende mostrar o quanto a sociedade cobra perfeição acima de tudo e as pessoas seguem sem sequer perceber quão ridículas são essas normas, se esquecendo a importância da beleza interior.

Imagens: Reprodução/fonte:via