Essas camas de gato com ares espaciais vão deixar seu bichano lunático

Não é como se gatos precisassem de muito para relaxar e dormir tranquilamente: pode ser em caixas, na prateleira, em cima do notebook… Mas, mesmo assim, nós adoramos vê-los descansando em caminhas feitas especialmente para os bichanos.

A empresa chinesa My Zoo sabe disso e criou uma linha de incríveis camas inspiradas em naves espaciais. São três modelos, todos à base de madeira, que fazem qualquer gatinho parecer o mais fofo dos astronautas.

Os modelos Alfa e Beta foram pensados para ficar no chão, enquanto o modelo Gama é projetado para ser colocado na parede e fazer os gatos descansarem ‘no espaço’.

Os preços não são lá muito convidativos: a partir de 135 dólares, que hoje equivalem a mais de 500 reais. Isso sem falar no frete, já que os produtos são vendidos pela Amazon. O jeito é curtir as imagens e torcer para que alguém traga a ideia para o Brasil.

Gama

Alfa

Beta

Fotos: reprodução/fonte:via

O emocionante reencontro de gato com sua humana após 13 anos de separação

Constatar que seu animal de estimação desapareceu é terrível. Aviso aos amigos, anúncios em jornais e distribuídos por postes e, hoje, nas redes sociais, nem sempre resultam em final feliz. Foi assim com a inglesa Janet Adamowicz, que vive em Harrogate.

Em 2005, sua gatinha Boo, então com quatro anos, desapareceu. Janet fez tudo o que era possível para encontrá-la, mas não teve sucesso. Depois de um ano de busca, desistiu e aceitou que o melhor a fazer era acreditar que Boo estava em um novo lar onde recebesse carinho e atenção.

Hoje, ela cuida de dois gatos, Ollie, que adotou em 2008, e Tessie, desde 2014. Ao receber a ligação de uma clínica veterinária que dizia estar com seu gato perdido, ela estranhou. “Os dois estão comigo”, disse, antes de ser surpreendida com a notícia de que estavam falando de Boo.

A gatinha foi encontrada Pocklington, cidade a mais de 60 km de onde Janet vive. Ao analisar os dados contidos em um microchip instalado no animal, os veterinários localizaram Janet e seu telefone de contato. Foram quase 13 anos separadas.

De acordo com Janet, ao rever Boo ficou nítido que a gata se lembrava dela. “Apesar de ter só cinco anos quando se perdeu, ela ainda se recorda de mim e tem sido minha sombra desde que voltou para casa”, disse.

Boo reconheceu a dona na hora, e em poucos minutos ela estava esfregando o rosto, pedindo carinho e miando”, contou uma das pessoas que trabalha na clínica. “Garantimos que não houve um olho seco em todo o prédio”, completou.

Janet contou que Boo sempre gostou de sair e passear, mas que voltava para casa todas as vezes. É impossível saber como ela foi parar em uma cidade a mais de 60 km de distância, mas os veterinários acreditam que ela viveu nas ruas esse tempo todo, procurando comida ou sendo alimentada por humanos. Apesar de estar um pouco desidratada, ela foi encontrada em boas condições de saúde e passa muito bem.

Fotos via SWNS /fonte:via