Moradores de vilarejo afastado constroem estrada entre falésia com as próprias mãos

Quem vive em grandes centros urbanos nem imagina que ainda existem pessoas que são obrigadas a atravessar 8 vilarejos ou, se aventurar no meio de um penhasco para chegar na cidade mais próxima. Era essa a realidade dos moradores de Shenlongwan, uma vila isolada na província de Shanxi – norte da China. Insatisfeitos com a dificuldade de chegar à civilização, eles decidiram construir uma estrada com as próprias mãos, em 1985.

Com 1526 metros de comprimento, ela é uma verdadeira maravilha da engenharia, construída de maneira rudimentar, porém milagrosa. A estrada, que passa entre as falésias, levou 15 anos para ficar pronta, após muito esforço da comunidade, que não contou com a ajuda do governo. Agora, no entanto, ela vem atraindo milhares de turistas para a região.

Desde a inauguração, em 2000, a região tornou-se um um importante polo de turismo da província. Somente no ano passado, mais de 300 mil turistas sedentos por passar pela estrada mágica, viajaram para Shenlongwan, que há poucos anos era apenas uma vila remota e sem recursos do norte da China. Hoje, a vila saiu da pobreza graças à estrada, que já injetou mais de U$ 7 milhões na economia do local.

Fotos: News.cn /fonte:via

Este indiano abriu sozinho uma estrada de 8 km para seus filhos irem à escola

Para algumas crianças, estudar é um verdadeiro ato de coragem. É o que acontecia com os filhos do indiano Jalandhar Nayak, de 45 anos. As três crianças costumavam caminhar um trajeto de 15 km para ir à escola todos os dias em um terreno montanhoso, levando cerca de três horas em cada sentido.

Segundo Nayak contou a um jornal local, as crianças frequentemente tropeçavam em pedras no caminho, o que o motivou a construir uma estrada para que elas percorressem o trajeto com mais segurança.

Únicos moradores de um vilarejo remoto no estado de Orissa, na Índia, a família seria a principal beneficiada com a iniciativa. Além da falta de conexão com a escola, a área em que vivem também não possui energia elétrica nem água potável.

Durante dois anos, o pai dedicado trabalhou cerca de oito horas por dia para construir sozinho 8 km de estrada, usando uma enxada e uma picareta. Após ser entrevistado pela imprensa local, a iniciativa de Nayak chamou a atenção das autoridades do país, que se responsabilizaram a construir os 7 km que ainda restam para que a estrada fique completa.

 

Foto: Simanchal Pattnaik/fonte:via

Ele vendeu a casa, largou a carreira e foi viajar pela Austrália com sua gatinha

O australiano Rich East, de 32 anos, andava insatisfeito com sua vida profissional. E o término de um relacionamento era o empurrão que faltava para pedir demissão e partir rumo a uma viagem sem data de volta pelo seu país.

Ao todo, foram 50 mil quilômetros percorridos por toda a Austrália, na companhia de Willow, sua gata adotada. A bordo de uma van adaptada pelo próprio Rich, eles passaram por diversos estados e tiveram experiências incríveis, como conhecer a Grande Barreira de Corais.

Para tornar esse sonho possível, Rich vendeu sua casa e juntou todas as suas economias para passar esse tempo na estrada. “Eu vendi minha casa e desisti do meu trabalho para que eu pudesse fazer a viagem da minha vida. Mas eu não podia deixar essa gatinha pra trás, então a decisão óbvia era levá-la comigo”, explicou o jovem.

Como precaução, Willow usa um colar de rastreamento. Assim, caso resolva dar uma volta, Rich tem sempre o controle sobre sua localização. “Algumas pessoas acham estranho que eu esteja viajando com um gato, mas Willow adora o nosso novo estilo de vida”, contou.

Eles completaram a primeira grande viagem no início deste ano, mas desde então continuam na estrada e não pretendem parar tão cedo. Para acompanhar as grandes aventuras dessa dupla, siga o Facebook e o Instagram criados especialmente para o projeto.

 

fonte:via