As novas fotos de Jimmy Nelson, famoso por eternizar tribos remotas prestes a desaparecer

Jimmy Nelson dedica sua vida a registrar os hábitos de tribos remotas cujos costumes podem desaparecer a qualquer momento.

Em 2013, o fotógrafo lançava seu primeiro livro: Before They Pass Away (que poderia ser traduzido como “Antes que eles desapareçam“). A obra reunia imagens clicadas em 44 países pelo mundo documentando a vida de aldeias, etnias e tribos que podem deixar de existir do dia para a noite.

Já falamos sobre o trabalho do artista aqui. Este ano, ele retorna com um novo livro, intitulado Homage to Humanity (“Homenagem à Humanidade“).

O lançamento será acompanhado de um aplicativo mobile, permitindo uma experiência mais imersiva na vida destas comunidades. “O livro com o aplicativo móvel revelará uma visão intima para as pessoas de mais de trinta culturas icônicas ao redor do mundo“, define o site do fotógrafo.

Junto com a novidade, fotografias inéditas foram divulgadas e mostram o quão incríveis podem ser as sociedades ao redor do mundo. Vem ver algumas delas!

Foto © Jimmy Nelson /fonte:via

Anúncios

Fotógrafo registra mais de 50 tribos e culturas ameaçadas de extinção pelo mundo

Foi em uma viagem ao Bornéu, em 2013, que o fotógrafo polonês Adam Koziol encontrou um propósito nobre e impactante para o seu trabalho. Conversando com um dos últimos remanescentes do povo Iban, Koziol percebeu que, com o progresso e as mudanças atravessadas pelo país, mais de 3 mil anos de cultura e tradição estavam em vias de simplesmente desaparecer. Assim, tornou-se o motivo de seu trabalho registrar tribos e culturas praticamente esquecidas e ameaçadas de extinção por todo o mundo.

Suas fotos visam registrar não só as pessoas como também as marcas e símbolos de tais culturas, como formas de reconhecimento e documentação de elementos formadores de tais povos. Tatuagens, marcas no corpo, ornamentos e vestimentas são um dos focos mais importantes da lente de Koziol, que busca, com suas fotos, chamar a atenção para o perigo de extinção desses povos e de sua história.

Tendo registrado mais de 50 tribos, seu próximo passo é realizar um livro, não só revelando suas comovente fotografias como também detalhando a história e a memória de cada povo, para que, ao menos um pouco, tais imensidões culturais não desapareçam jamais.

© fotos: Adam Koziol /fonte:via