Idoso entra na universidade e quer dar aulas em escola onde trabalha como vigia

Manoel Castro dos Reis passou quase cinco décadas fora das salas de aula. Hoje com 60 anos, o morador de Araguaína-TO precisou abandonar os estudos quando tinha 13, e há algum tempo trabalha como vigia em uma escola da cidade. Agora, ele espera voltar para a classe, dessa vez como professor.

Manoel parou de estudar em 1972, quando concluiu a quarta série e a família decidiu mudar de cidade e ele precisou começar a trabalhar. Em 2004, ele definiu que retomaria os estudos e realizou o Encceja (Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos), obtendo o certificado do Ensino Fundamental. Três anos depois, fez o mesmo com o Ensino Médio.

No ano passado, Manoel decidiu prestar o Enem e conseguiu a nota necessária para se matricular em História na Universidade Federal do Tocantins. Hoje ele concilia os estudos com o expediente em uma Escola Municipal, e tem como grande objetivo poder dar aulas por lá daqui a quatro anos.

Uma bonita coincidência foi seu filho, Ítalo, de 17 anos, ter prestado Enem no mesmo ano que o pai e também ser aprovado para estudar na Universidade Federal do Tocantins, no curso de Química. Os dois vão para a faculdade juntos e compartilham o sonho de mudar de vida graças aos estudos.

Fotos: Reprodução/TV Anhanguera / Rede Globo /fonte:via

Alunos da Ufam fizeram ensaio dentro do ônibus para relatar desafios da graduação

Quem usa o transporte público para estudar sabe o quanto é difícil chegar no horário. Agora, imagine só se você é aluno da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e precisa atravessar todos os dias a maior área verde de zona urbana do Brasil. A terceira do mundo.

Para celebrar esta conquista, muitas vezes mais desafiadora do que uma defesa de tese de sucesso, os estudantes de administração da Ufam resolveram apostar na criatividade e realizaram o ensaio de colação de grau dentro de um ônibus.

O book no coletivo foi recebido com muitas risadas pelos colegas de universidade, que se encantaram com a criatividade dos formandos. E claro, como a ideia era ser fiel aos acontecimentos da vida real, as fotografias foram tiradas por Marcos Albuquerque com o busão em movimento  e com os alunos em pé. Sim, a vida como ela é.

“Não que não fosse legal fazer um book fotográfico em um hotel, mas não era minha realidade como aluno. Seriam fotos lindas, mas a minha realidade não foi essa. Minha realidade é a Ufam”, relatou ao G1 Rafael Barros, que convenceu mais 22 amigos a comprarem sua ideia.

A Universidade Federal do Amazonas possui uma área verde de aproximadamente 6,7 milhões de m². O caminho dos alunos não é nada fácil e, além de passar horas dentro do ônibus, eles precisam conviver com animais silvestres. O percurso de ida e volta para o campus é de 12 quilômetros.

A colação de grau está marcada para o dia 15 de agosto.

Fotos: Marcos Albuquerque/Reprodução /fonte:via