Scooter elétrica feita a partir de maconha é leve, resistente e ecologicamente correta

As possibilidades de utilização da maconha, e em especial das fibras de sua planta – popularmente conhecidas como “hemp” – são verdadeiramente infinitas. A prova disso é a mais nova criação de uma dupla de designers holandeses, em parceria com uma série de empresas do país: a Be.e, a primeira scooter elétrica feita inteiramente da fibra de maconha. Leve, resistente e ecologicamente correta, a Be.e é uma obra de arte para o futuro dos transportes elétricos.

Essa e-scooter feita de hemp foi desenvolvida pela dupla de designers holandesa Waarmakers, e permite viagens de até 2 horas a 60 km/h sem a necessidade de recarregar. Junto com a Be.e vem um carregador de 600W, que permite que se recarregue completamente a bateria em no máximo 3 horas.

https://player.vimeo.com/video/69316313?app_id=122963

Para completar, o para-brisa é protegido com uma cada hidrofóbica que impedem o acúmulo de chuva e água em geral – além de ser uma beleza de motoca.

Publicidade

O composto da qual a e-scooter é feita mistura fibra de maconha, linho e resina, do qual todo o corpo do veículo é feito. Trata-se de um transporte perfeito para a cidade, para viagens curtas e, principalmente, para o futuro – no qual cada vez mais fica claro que a maconha terá um papel múltiplo e central para um mundo melhor.

© fotos: reprodução/fonte:via